Holanda

Ajax vive uma das maiores vergonhas de sua história e é eliminado por time amador (sim, amador)

O Ajax caiu na Copa da Holanda para o USV Hercules, time amador que joga o que seria a quarta divisão do futebol holandês

O Ajax foi eliminado da KNVB Beker, a Copa da Holanda, por um time amador. Não, você não leu nada errado: o poderoso Ajax, quatro vezes campeão da Champions League, foi eliminado de uma competição por uma equipe amadora — neste caso, o heroico (e também agora histórico) USV Hercules. Mais um passo dado na via crucis pela qual peregrina o maior time holandês nesta temporada.

Com um time misto de titulares e reservas (não que isso tenha alguma relevância neste caso), o Ajax perdeu por 3 a 2 para o USV Hercules e não disputará mais a Copa da Holanda neste ano. A eliminação vexatórias, possivelmente uma das piores da história do clube, é mais uma linha no caderno de horrores que tem sido o 2023 do Ajax. Agora, podem adicionar que foram batidos por uma equipe que sequer é profissional.

O pior de tudo: a eliminação aconteceu com requintes de (muita crueldade). Jogando fora de casa, o Ajax começou a partida levando com gol logo aos 16 minutos. Foi o único chute do USV Hercules no gol em todo o primeiro tempo, convertido por Tim Pieters. Do outro lado, um descontrolado e desorganizado Ajax não foi suficiente sequer para empatar na primeira etapa. Dominou a posse de bola, com 76{62c8655f4c639e3fda489f5d8fe68d7c075824c49f0ccb35bdb79e0b9bb418db} nos primeiros 45 minutos, mas nada fez com isso. Foram também 11 chutes, apenas três deles no gol. Uma atuação pavorosa.

Segundo tempo piorou atuação do Ajax, que sofreu a humilhação máxima

O Ajax voltou para a segunda etapa já fazendo três substituições e se colocou mais ao ataque — foi inútil. Mesmo com seus artilheiros Brian Brobbey e Chuba Akpom em campo, o time seguiu sem conseguir levar real perigo e, pior ainda, passou a dar espaços dado seu desespero (e, novamente, desorganização) para atacar. Foi aí que Tim Pieters escreveu de vez seu nome para a história.

Pieters recebeu bola de Oussama Lahri e colocou para dentro diante de uma torcida local incrédula. Sim, ele estavam vencendo o Ajax por 2 a 0 e impondo uma eliminação humilhante ao maior campeão holandês de todos os tempos. Mas falamos que foi com requintes de crueldade, certo? Então vamos lá: foi muito pior do que simplesmente sair perdendo por dois gols de diferença.

O Ajax deu esperanças ao seu torcedor. Aos 38 minutos da etapa final, Brobbey descontou e a pressão do time visitante passou a ser insana. Tão insana que seis minutos depois, aos 44 do segundo tempo, Akpom empatou. Ufa, pensaram os torcedores mais otimistas do Ajax. Mas não é possível ser otimista e torcer para o time de Amsterdã neste ano. Ainda haviam os seis minutos de acréscimo.

Foi no terceiro minuto do tempo extra que a facada final matou o Ajax. Mats Grotenberg fez o terceiro gol do HSV Hercules — lembramos, um time AMADOR — e cravou a classificação para a próxima fase da Copa da Holanda. O Ajax já fugiu da zona de rebaixamento no Campeonato Holandês, mas dá mostras de que não parou de passar vergonha apenas por isso. Ao HSV Hercules, história feita — e como –, do jeito que só o futebol pode proporcionar.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo