Esse é mais um episódio da saga de FM do Instituto. Quer ver os capítulos anteriores? Clique aqui

De volta do recesso de fim de ano, conto a vocês como estava o mundo do Football Manager na metade de 2022. Lembrando que em julho do referido ano o Instituto ganhou a Libertadores pela segunda vez na !

Da última vez que fizemos um panorama do mundo extra-Instituto foi em 2015. Até meados de 2022 tivemos o seguinte no Campeonato Brasileiro: Em 2016 o campeão foi o Palmeiras, treinado por Diego Simeone! O argentino contou com boas atuações de Valdívia e Cleiton Xavier para superar o vice-campeão Vasco e o terceiro colocado Santos. O Fluminense foi rebaixado neste ano.

Já em 2017 o Botafogo garantiu a conquista nacional! A equipe dirigida por Adílson Batista teve no zagueiro Rever e no atacante Dellatorre suas principais figuras e bateu o vice-campeão Santos e o terceiro colocado São Paulo. O Paranaense caiu, mas o Flu voltou para 2018.

No ano seguinte o Corinthians foi o campeão! O alvinegro dirigido pelo argentino Claudio Borghi contou com grandes atuações do volante Denílson, do meia Oscar e do atacante Marcelo Cirino para chegar ao topo do país. O São Paulo foi o vice e o Grêmio o terceiro colocado. O Campinense não conseguiu se manter na elite, mas o Furacão voltou!

Em 2019, o São Paulo enfim conquistou o campeonato. Sob a tutela de Hélio dos Anjos (!!!), o clube teve Lucas (que nunca foi para o Paris St.Germain) endiabrado para acabar com as defesas adversárias. Lá atrás Renan Ribeiro fechou o gol e no meio foi o . O Grêmio do atacante Kelvin e do técnico Renato Gaúcho ficou com o segundo lugar e o Corinthians foi o terceiro. Lembram do Atlético que tinha caído e voltado? Caiu de novo…

No ano seguinte o Corinthians voltou a conquistar o país, seguido pelo Flamengo, então dirigido por Chiqui e com o artilheiro Bruno Mezenga. O São Paulo completou os três. A Lusa caiu…

Já em 2021 o Corinthians de Vitinho e Osvaldo garantiu mais um título nacional. O Palmeiras foi o segundo e o Internacional dirigido primeiro por Kaká e depois por Daniel Alves completou os três primeiros. O Vasco foi rebaixado.

Na Copa Libertadores tivemos os seguintes vencedores: Em 2016, o Palmeiras faturou a competição depois de vencer o São Paulo! Em 2017, deu Internacional nos pênaltis contra o Santos. O Colorado teve Leandro Damião, Alex e Marquinhos como figuras e a direção de Caio Júnior. No ano de 2018, o Corinthians bateu o Peñarol e ganhou sua primeira Libertadores! (lembrem-se… Meu save começou em junho de 2011). Já em 2019 vocês se lembram né? O Instituto perdeu do Botafogo de muitos regens e de Adílson Batista. Em 2020 o Corinthians faturou sua segunda Libertadores, desta vez batendo o Palmeiras. 2021 e 22 foram do Instituto.

Saga de FM 29 - 01

Na Copa Sul-Americana o Vitória ganhou em 2016 e 2017 com uma equipe que tinha Neto Baiano e Anderson Aquino e que foi dirigida por Vagner Benazzi. Em 2018 foi o Instituto diante do Vitória. Em 2019 o River Plate faturou com muitos regens e o técnico Matias Almeyda. No ano seguinte deu com Robinho (o do Coritiba e agora Palmeiras) e Bernard (que teve passagem pelo Instituto). Já em 2021 deu Grêmio!

Por fim, tivemos no futebol de seleções a Copa América de 2019! Com Santiago Milasevan (eu) na direção do selecionado uruguaio. Escalei a equipe no nosso 3-3-1-3 com a seguinte escalação: Muslera; Godin, Coates e Polenta; Aguirregaray, Arismendi e Pereira; Mastrángelo (Gastón Ramirez); Cavani, Suárez e Hernandez.

Na estreia batemos a Bolívia por 5 a 1 com dois gols de Cavani, um de Ramirez, um de Hernandez e um de Lamanna, que veio do banco. No segundo jogo decepção: 1 a 1 com o México. Cavani foi às redes. Na terceira partida surpresa: 2 a 1 contra a Argentina com dois de Cavani.

Vieram as quartas de final e nós batemos o graças a Luis Suárez! Nas semis porém… Caímos para a Colômbia nos pênaltis depois de um 0 a 0 no tempo normal. Menos mal que ficamos na terceira posição depois de bater o mesmo México de outrora nos penais. Tá ok…

Saga de FM 29 - 02