AlemanhaChampions League FemininaEspanhaFrançaInglaterra

Barcelona começa fase de grupos atropelando o Arsenal, e Hoffenheim capricha nos golaços

Remodelada, a Champions League deu o pontapé inicial da sua fase de grupos nesta terça-feira, com quatro partidas

A Champions League feminina está de cara nova. O formato apenas com mata-matas deu lugar a uma fase de grupos similar à da competição masculina e estreou com um resultado muito expressivo: o Barcelona aplicou uma goleada por 4 a 1 sobre o Arsenal. Nessa mesma chave, o Hoffenheim goleou o HB Koge, da Dinamarca, por 5 a 0, com direito a duas pinturas.

Se o time masculino do Barcelona não está em boa fase, o feminino está, digamos… melhor. Fez 35 (!!!) gols nas cinco primeiras rodadas do Campeonato Espanhol e sofreu apenas um. Isso depois de ser campeão nacional com 33 vitórias, uma derrota e saldo de 152 gols. Sua força foi testada por um dos melhores times da Inglaterra, atual líder da Superliga com 100% de aproveitamento após quatro jogos e terceiro colocado da última temporada.

E a força do Barcelona está muito boa, obrigado. Foram 35 finalizações nos 90 minutos contra o Arsenal, e os gols saíram com naturalidade, apesar de dez defesas da goleira do Arsenal, Manuela Zinsberger, como uma logo no começo da partida que impediu Mariona Caldentey de abrir o placar com um chute cruzado.

Mas o volume de jogo catalão foi tão grande que não foi possível segurar mais do que meia hora. Aos 31 minutos, Caldentey pegou o rebote de uma defesa de Zinsberger para abrir o placar. Ainda no primeiro tempo, Asisat Oshoala caiu pela direita e rolou para Alexia Putellas ampliar. Pouco depois do intervalo, a própria Oshoala saiu nas costas da defesa e tocou na saída de Zinsberger para fazer 3 a 0.

O Arsenal descontou com Frida Maanum, após cobrança de falta de Tobin Heath, mas Lieke Martens marcou para o Barcelona com uma cavadinha, e Alexia Putellas ainda perdeu um pênalti, nos acréscimos. Nada que atrapalhasse a estreia impressionante do Barça.

No mesmo grupo, o Hoffenheim começou com o pé direito goleando o dinamarquês Koge por 5 a 0, com destaque para dois golaços. Aos 17 minutos, Katharina Naschenweng abriu o placar com uma jogada individual de alta qualidade. Dominou de costas, girou em cima da marcação, entrou na área pela esquerda e mandou no ângulo com um chute cruzado de canhota.

Foi o único gol no primeiro tempo. Logo no começo do segundo, Nicole Billa ampliou, após erro da defesa do Koge, e aí Luana Buhler apelou. Da intermediária, percebeu a goleira Kaylan Marckese adiantada e, conscientemente, bateu por cobertura com muita classe. Tine Lea De Caigny marcou na sobra de um escanteio e depois apareceu na primeira trave para fechar o placar nos acréscimos.

No outro grupo do dia, o Lyon venceu o BK Häcken, da Suécia, por 3 a 0. Danielle van de Donk deu a assistência para Melvine Malard fazer 1 a 0, Catarina Macario pegou a sobra dentro da área para ampliar e Stine Larsen marcou contra, ainda no começo do segundo tempo. Benfica e Bayern de Munique ficaram no 0 a 0.

Nesta quarta-feira, os outros dois grupos entram em campo, com destaque para Chelsea x Wolfsburg e jogos de Juventus, Real Madrid e Paris Saint-Germain. A DAZN transmite para o Brasil.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo