França

Torcedor do OM é condenado a três anos e meio de prisão

Santos Mirasierra, torcedor do Olympique de Marselha, foi condenado a três meses e meio de prisão por seu envolvimento em incidentes durante a partida contra o Atlético de Madrid, pela Liga dos Campeões. Ele corria o risco de ficar até oito anos atrás das grades.

Durante o jogo, disputado em 1º de outubro, Mirasierra participou de uma briga entre a torcida do OM e a polícia. Ele teria arrancado uma cadeira da arquibancada do estádio Vicente Calderón e a arremessado em direção aos policiais. O torcedor alegou inocência.

Além disso, Mirasierra teria brigado com outro policial. Ele reconheceu esta ação, mas justificou sua atitude. Ele queria proteger uma mulher que estava caída. “Quando você vê uma mulher sangrando por nada, não dá para ficar de mãos atadas”, afirmou, em entrevista ao diário La Provence.

O torcedor foi acusado de “problemas à ordem pública” e “violência em grupo a policiais e com ferimentos”. Gilbert Collard, advogado da família, disse que entrará com pedido de apelo para redução da pena.

Mirasierra está detido em Madri, mas poderá retornar à Marselha, conforme estabelecido pelas leis espanholas. Devido ao impasse quanto à situação dele, torcedores do OM enviaram diversas mensagens com ameaças ao Atlético de Madrid antes do jogo da próxima semana no Vélodrome pela LC.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo