França

Gonçalo Ramos salva PSG do vexame pré-Champions

Comandados de Luis Enrique saem perdendo no primeiro tempo e conquistam empate no final do jogo

Preocupado com o jogo diante do Barcelona pelas quartas de final da Champions League, Luis Enrique escalou um time alternativo para o confronto do PSG frente ao Clermont pela 28ª rodada da Ligue 1. Apesar do domínio e da pressão imposta pelos parisienses, principalmente no segundo tempo, o líder da competição não passou de um empate pelo placar de 1 a 1 e por pouco não sofreu uma derrota inesperada, em pleno Parque dos Príncipes. Keita, abriu o placar ao time visitante, ainda no primeiro tempo, em lance confuso envolvendo Ugarte.

Após cruzamento da direita, Virginius ajeitou a bola para o meio da área, e o volante dividiu com o meio-campista do PSG, a bola encobriu o goleiro Arnau Tenas e foi para o fundo da rede. O gol acendeu o time parisiense no jogo, que empilhou chances perdidas ao final do primeiro tempo. Porém, foi na segunda etapa, que o líder da Ligue 1 finalmente mostrou seu melhor futebol e poderia ter saído do confronto com uma vitória.

Nos 45 minutos finais de jogo, o PSG finalizou nada mais nada menos do 17 vezes contra a meta de Ndiaye, sendo seis em direção da meta. O time comandado por Luis Enrique melhorou consideravelmente após as entradas de alguns titulares, principalmente Mbappé e Kang-in Lee. Foi do craque francês inclusive a jogada para o gol de empate, marcado por Gonçalo Ramos, aos 40 minutos do segundo tempo.

Primeiro tempo diante do Clermont não pode ser repetido diante do Barcelona

É bem verdade que o PSG jogou com o time reserva contra o Clermont, porém não dá para deixar e considerar o baixo desempenho ofensivo da equipe, e as falhas do sistema defensivo, que não devem acontecer frente ao Barcelona. Sem muita intensidade nos primeiros minutos, o time de Luis Enrique tinha até certa facilidade para chegar ao último terço do campo, mas sofreu muito para criar chances claras e mesmo quando conseguia superar a defesa do adversário, acabou pecando nas finalizações.

O gol sofrido ao final do primeiro tempo liga um sinal de alerta e mostrou como Marquinhos a equipe parisiense depende de Marquinhos para ter um pouco mais de solidez defensiva. O Clermont recuou demais no segundo tempo, pois foi empurrado pelo PSG, mas pensando no confronto contra o Barcelona, é necessário considerar que o time espanhol vai atacar mais e exigir bastante da defesa francesa.

Marquinhos bate recorde com a camisa do PSG

Apesar do resultado ruim diante do lanterna da Ligue 1, o zagueiro Marquinhos celebrou 435 jogos oficiais com a camisa do Paris Saint-Germain. O brasileiro igualou a marca de Jean-Marc Pilorget como atleta que mais disputou partidas pelo PSG na história do clube.  Com 63 pontos na tabela de classificação do Campeonato Francês, o time parisiense segue a passos largos rumo a mais um título.

A equipe treinada por Luis Enrique tem 13 pontos a mais do que o vice-líder Brest, que tem 50. Contudo, a diferença pode cair para dez pontos, caso a equipe vença o Metz, em casa, neste domingo.

 

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo