Ligue 1

Uma cena que diz muito sobre idolatria: O goleiro do Reims pôs seu filho no colo de Messi para uma foto em campo

Depois da derrota, Rajkovic apareceu com o filho nos braços e o entregou para Messi na intenção de tirar uma foto

A primeira partida de Lionel Messi pela Ligue 1, mesmo sem contar com muito brilho do craque, já mostrou um pouco o que será sua jornada no novo país. Quando o camisa 30 saiu do banco para se aquecer, deu para ouvir o clamor nas arquibancadas do Estádio Auguste Delaune – mesmo que o anfitrião fosse o Stade de Reims, adversário do Paris Saint-Germain. Os gritos se seguiram quando o atacante entrou e mesmo em outros momentos. Há um ar de reverência, por receber a lenda no país. E duas cenas são emblemáticas nesse sentido, ocorridas na saída de campo.

Primeiro, Messi foi abordado pelo goleiro Predrag Rajkovic. O camisa 1 do Stade de Reims carregava o filhinho nos braços e pediu para que o atacante o segurasse. Não queria perder a oportunidade de tirar uma fotografia do menino com o gênio, no dia em que dividiu o campo com um dos maiores da história. Além disso, a própria torcida do Reims pediu para que Messi autografasse uma faixa feita em sua homenagem. A um clube que foi duas vezes vice-campeão da Champions contra o Real Madrid de Ferenc Puskás e Alfredo Di Stéfano, tal ato representa um bocado. É ver como a idolatria se dará nos próximos compromissos do PSG.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo