Há anos insatisfeita com a gestão do proprietário Waldemar Kita, a torcida do Nantes expressou seu descontentamento mais recente de maneira criativa nesta quarta-feira (30). Na primeira sessão de treinamento da equipe sob o comando de Raymond Domenech, uma contratação altamente contestada, um grupo de torcedores levou um megafone e equipamentos de som ao centro de treinamento do clube, tocou música de circo e anunciou as atrações do “Circo Kita”.

Kita tirou Raymond Domenech da aposentadoria involuntária ao contratar o técnico que não trabalhava desde o fracasso à frente da seleção francesa na Copa do Mundo de 2010, quando expulsou Nicolás Anelka do grupo, teve uma forte reação do elenco, que se recusou a treinar, e terminou como face do fiasco dos Bleus, eliminados ainda na fase de grupos.

Domenech, que não trabalhava por clubes desde 1993, quando deixou o comando do Lyon, ficou ainda marcado por suas escolhas repletas de debates pela seleção francesa, especialmente porque o técnico considerava o signo de seus atletas nas convocações, ignorando nomes importantes em suas listas.

A torcida do Nantes, que há anos protesta contra as decisões da administração Kita, evidentemente ficou revoltada com a contratação de Domenech e deixou seu descontentamento claro com bom humor ao organizar o “Circo Kita” na manhã desta quarta-feira.

“Senhoras e senhores, sejam bem-vindos ao Circo Kita! O Circo Kita traz a vocês novas atrações incríveis. Raymond Domenech irá nos explicar sua visão de futebol, que nos fará rir nos próximos finais de semana”, anunciou o “mestre de cerimônias” da torcida organizada Brigade Loire.

Os jogadores também foram alvos do protesto: “Por fim, o Circo Kita traz sua tradicional atração com animais: onze bodes serão espalhados em um retângulo verde e terão que passar uma bola. Exclusivamente no Circo Kita, um espetáculo que já dura 13 anos, para os mais jovens e os mais velhos”.

A manifestação, é claro, não foi bem recebida por algumas pessoas do clube. O meia do Nantes Abdoulaye Touré teve que ser contido para não ir tirar satisfação com os torcedores.

O protesto, por sorte, foi registrado por diversas câmeras, nos dando a perspectiva do clube, de dentro do centro de treinamento, e também dos torcedores, de fora.

O desafio de Domenech em seu retorno ao futebol de clubes não é simples. Por mais uma temporada, o Nantes faz uma campanha decepcionante e, no momento, briga contra o rebaixamento, estando a apenas três pontos da zona da degola após 17 rodadas.