Ligue 1

O Olympique fez um belo mosaico em tributo a Bernard Tapie, o presidente de suas maiores glórias

Falecido há duas semanas, Tapie conduziu o Olympique de Marseille rumo à conquista da Champions

A relação de Bernard Tapie com o futebol precisa ser relembrada com ressalvas, diante dos episódios de manipulação de resultados e corrupção. Porém, no Estádio Vélodrome, prevalece a imagem venerada do empresário. Tapie foi o homem que liderou os anos mais gloriosos do Olympique de Marseille, com um investimento pesado em astros, que resultou no domínio incontestável na Ligue 1 e no histórico título da Champions League em 1992/93. Duas semanas após a morte de Tapie, vítima de câncer aos 78 anos, sua figura foi exaltada pela torcida marselhesa. Um enorme mosaico com a silhueta do antigo presidente foi erguido pela torcida, antes da goleada por 4 a 1 sobre o Lorient.

Tapie chegou até a ser homenageado pelos torcedores do Olympique de Marseille na rodada anterior da Ligue 1, mas não da maneira calorosa que se imaginaria no Vélodrome. O mosaico traz, além da imagem de Tapie, também uma estrela dourada representando a Champions e as três faixas do uniforme consagrado na época – em ligação com a Adidas, da qual foi dono. “O chefe pela eternidade”, dizia a faixa. Durante o aquecimento, os jogadores ainda usaram uma camisa preta com a fotografia de Tapie.

Quando a bola rolou, o Lorient até ameaçou uma surpresa no Vélodrome, ao abrir o placar num pênalti convertido por Armand Lauriente. Ainda no primeiro tempo, Boubacar Kamara empatou ao Olympique, num chute mascado. Apesar disso, Stéphane Diarra fazia uma partidaça e infernizava a defesa marselhesa, só parado por Pau López. Já no segundo tempo, a goleada surgiu com boa participação de Dimitri Payet. O armador arranjou três assistências, duas para Mattéo Guendouzi e outra para Arkadiusz Milik. Foi o alívio num triunfo mais suado que o placar indica.

O Olympique de Marseille aproveitou para assumir a terceira colocação da Ligue 1, com 17 pontos, numa rodada em que vários times da parte de cima da tabela perderam. O Lens continua em segundo, mas foi derrotado pelo Montpellier por 1 a 0. Já o Nice, agora o quarto colocado, tomou 1 a 0 na visita ao Troyes.

Numa tabela bastante embolada, exceto pelo Paris Saint-Germain, vale destacar a ascensão do Rennes. Os rubro-negros fizeram 3 a 0 sobre o Metz, com direito a golaços de Gaëtan Laborde e do garoto Kamaldeen Sulemana. A equipe aparece no sétimo lugar, com 15 pontos. Um ponto abaixo, o Strasbourg não teve piedade do Saint-Étienne e goleou por 5 a 1 no Estádio de la Meinau, com direito a um gol do recém-contratado Kévin Gameiro. Na outra ponta, os Verts amargam a lanterna, com apenas quatro pontos em cinco rodadas.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo