Ligue 1

Lyon castiga o Marseille no clássico dos Olympiques e tumultua semana decisiva do rival

Segundo tempo arrasador renovou as esperanças de vaga europeia para os Gones

Enquanto se prepara e foca a concentração para a partida de volta da Conference League, o Olympique Marseille levou uma grande pancada no clássico com o Lyon, neste domingo (1º). Em casa, a equipe de Jorge Sampaoli apanhou por 3 a 0, pela Ligue 1.

O fim de semana foi proveitoso para o Lyon, que comemorou grandes vitórias tanto no masculino quanto no feminino. Classificado para a final da Liga dos Campeões Feminina no sábado e algoz do Marseille no domingo, deu um alento para a torcida que vem sofrendo com a péssima campanha dos homens na temporada francesa.

Em sétimo lugar na liga, o Lyon precisava tentar alguma coisa para mudar a sensação amarga de ficar de fora de todas as competições europeias. Para isso, o jogo deste domingo veio como uma ótima ocasião para tal. A chance ficou ainda mais clara quando o Marseille simplesmente não conseguiu encaixar sua proposta de jogo, mesmo usando vários dos titulares.

No primeiro tempo, a posse estéril do OM não reverteu nenhum chute ao gol. Pressionado desde o meio-campo, o time de Sampaoli perdeu o bonde para abrir o placar nos 45 minutos iniciais e acabou atropelado no segundo. Com pouco menos de 10 minutos na etapa complementar, uma cobrança de falta do Lyon desviou na barreira, enganou o goleiro Pau López e ficou limpa para Castello Lukeba tocar para a rede. López ainda tentou atrapalhar Lukeba, mas não conseguiu evitar a abertura do placar.

Confiantes, os Gones cresceram com o gol e tomaram conta da partida, ameaçando por todos os lados. Em saída rápida pela direita, Malo Gusto desceu até a linha de fundo e cruzou no primeiro pau para a cabeçada de Moussa Dembelé. A maior ameaça dos marselhenses, em tese, era o atacante Arkadiusz Milik, mas o polonês mal tocou na bola e foi engolido pela marcação. Na sua melhor chance, ainda na primeira etapa, o goleador chegou atrasado para um passe perfeito de Gérson e tocou por cima do gol.

Para fechar a conta no clássico, Karl Toko-Ekambi balançou as redes restando dois minutos para o fim, em passe do brasileiro Tetê. A coroação de um grande desempenho dos comandados de Peter Bosz estava concluída. Falta apenas manter o ritmo para tentar uma última arrancada até a zona europeia. O Lyon está a cinco pontos do Nice, que segura a quinta colocação.

Enquanto ao Marseille, o domingo será de reflexão. Sampaoli simplesmente ficou de mãos atadas na partida e suas mexidas não impactaram o contexto do duelo. Mais do que isso: terá atletas desgastados para o jogo de volta contra o Feyenoord, na Conference League, e com uma considerável queda de confiança por conta da atuação fraca diante dos Gones.

O tropeço do OM facilitou a aproximação do Rennes e do Monaco na tabela, e agora apenas três pontos separam o vice-líder do terceiro e quarto colocados. Depender das próprias forças, via de regra, costuma ser um ponto positivo, mas não para esse elenco de Sampaoli. A ver como será a reação no meio de semana, na Europa, e nas três rodadas que ainda restam na Ligue 1.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo