Ligue 1

Com gol e assistência de Neymar, PSG bate o Lens e joga pressão para cima de Lille e Monaco

Parisienses assumem liderança provisória da Ligue 1, mas concorrentes ainda jogam nesta rodada

Na mais acirrada das brigas por títulos nacionais entre as cinco grandes ligas, o PSG venceu o Lens por 2 a 1 em importante duelo pela Ligue 1 e jogou pressão para cima de Lille e Monaco, seus concorrentes à taça. Titular ao longo de 90 minutos, Neymar fez a diferença aos parisienses com um um gol e uma assistência.

Tendo um importante duelo com o Manchester City na próxima semana pela volta das semifinais da Champions League, mas perseguindo o líder Lille na Ligue 1, o PSG teve que encontrar algum equilíbrio em sua escalação, optando por um time misto, diferentemente dos ingleses, que venceram o Crystal Palace com sua equipe reserva. Mbappé, Florenzi e Paredes foram poupados e nem no banco ficaram. Entre os reservas, Bakker, Di María e Verratti foram opção ao longo do duelo, mas apenas o italiano entrou. Neymar, por sua vez, foi titular e essencial ao triunfo.

Provando que sua excelente campanha de recém-promovido não é por acaso, o Lens, quinto colocado, foi um adversário formidável ao PSG. Do início ao fim, dificultou para os parisienses e vendeu caro o revés.

Depois de duas boas oportunidades de gol com Danilo Pereira, que parou em defesa do goleiro Faríñez, e Icardi, que isolou a bola após receber em boa posição de Draxler dentro da área, o PSG enfim abriu o placar aos 33 minutos do primeiro tempo. Facundo Medina errou na saída de bola e foi desarmado por Draxler, que deixou Neymar cara a cara com Faríñez. Sem desperdiçar, o brasileiro bateu na saída do goleiro e fez 1 a 0.

Os parisienses estiveram perto de ampliar aos 39 minutos: Marquinhos acertou um lindo lançamento de longa distância para a área, Neymar ajeitou de cabeça para Sarabia, e, livre, o espanhol parou em grande defesa de Faríñez.

Respondendo pouco tempo depois, o Lens teve sua melhor oportunidade aos 42: Kalimuendo, emprestado aos recém-promovidos pelo próprio PSG, bateu forte, para defesa de Navas, e Clauss levou perigo no rebote, mandando à direita do gol. Dois minutos mais tarde, o Lens desarmou Danilo Pereira na intermediária e voltou a assustar com Seko Fofana, que chutou forte, buscando o ângulo superior esquerdo, mas acertou a rede pelo lado de fora. O PSG agradeceu pela chegada do intervalo, já que a pressão crescente do Lens ameaçava os comandados de Mauricio Pochettino.

Autor de um gol de cabeça contra o Manchester City na partida de ida das semifinais da Champions League no meio de semana, Marquinhos voltou a ser decisivo no ataque. Desta vez após escanteio cobrado por Neymar, o zagueiro subiu bem na primeira trave e desviou de cabeça para fazer 2 a 0 aos 14 do segundo tempo.

A resposta do Lens foi quase imediata. Aos 16 minutos, Clauss fez boa ultrapassagem nas costas da defesa, cruzou para Kalimuendo, que ajeitou para a finalização e o gol de Ignatius Ganago.

Os visitantes não conseguiram manter o nível para buscar o empate, e foi o PSG que esteve mais próximo de outro gol. Aos 23 minutos, Neymar cobrou falta com veneno, e Faríñez se esticou para desviar com a ponta dos dedos e ver a bola acertar a trave esquerda. Dois minutos mais tarde, Medina, que havia falhado no primeiro gol parisiense, se atirou de carrinho para interceptar o chute de Draxler, que poderia ter sido o terceiro gol do Paris.

O PSG chegou a balançar as redes mais uma vez, em bela trama coletiva iniciada por Ander Herrera, que tirou dois marcadores com um só drible e abriu com Verratti (que havia entrado aos 15 do segundo tempo). O italiano, em posição de impedimento, recebeu e cruzou rasteiro para Icardi completar para o gol do outro lado da área. Corretamente, o tento foi anulado após revisão do VAR.

Classements proposés par SofaScore LiveScore

Controlando bem a vantagem no placar nos minutos finais, o PSG garantiu a vitória e chegou aos 75 pontos, assumindo provisoriamente a liderança da Ligue 1, com dois pontos a mais que o Lille e quatro a mais que o Monaco. Ambos os concorrentes ainda jogam nesta rodada. O Lille espera retomar a ponta contra o Nice, neste sábado, enquanto o Monaco terá que passar pelo Lyon, no domingo (2), para manter sua perseguição à dupla.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo