Ligue 1

Sensação da Ligue 1, Brest chega à vice-liderança após vencer o irregular Marseille

Faltou inspiração para ambas as equipes, mas o Brest foi mais eficiente para vencer os visitantes por 1 a 0 e escalar na tabela

O que faltou de inspiração para Brest e Olympique de Marseille, neste domingo (18), teve de sobra em emoção. Mesmo com um jogador a menos durante todo o segundo tempo, os donos da casa não se entregaram, e tiveram o apoio integral das arquibancadas do estádio Francis-Le Blé para vencer o Marseille por 1 a 0, pela 22ª rodada da Ligue 1.

Time sensação da liga francesa, o Brest chegou aos 40 pontos, assumindo a vice-liderança da tabela e ultrapassando o Nice, que tem 39. Já o Marseille, que encara uma sequência de dar dó, fica na 9ª colocação, com 30 pontos.

O Brest volta a campo no próximo sábado (24), pela 24ª rodada da Ligue 1, em jogo fora de casa contra o Strasbourg, a partir das 17h (horário de Brasília). Já o Olympique de Marseille receberá o Montpellier, no domingo (25), às 16h45.

Marseille continua a saga sem vitórias

Nesta edição da Ligue 1, o Olympique de Marseille tem um aproveitamento pífio em partidas fora do Stade Vélodrome, com apenas sete pontos somados em 10 partidas.

No entanto, um número é ainda mais assustador na campanha do Marseille pelo Campeonato Francês: são sete jogos sem vencer. São cinco empates e duas derrotas, somando os compromissos da Ligue 1 e da Europa League.

Brest jogou mais bola (quando ela rolou)

Faltou um pouco de tudo no primeiro tempo pouco atraente de Brest x Marseille, mas o maior pecado de ambos os times foi o festival de finalizações equivocadas. Algumas boas jogadas foram criadas, mas o capricho na hora de chutar a gol mandou lembranças. Por exemplo, logo aos 4 minutos, Kamory Doumbia disparou uma bomba da entrada da área, mas no centro do gol de Ruben Blanco, o que facilitou a defesa.

Depois disso, as atenções do Brest se voltaram para o meio-campo, com algumas boas triangulações. Porém, nada que levasse real perigo aos adversários.

Foi só aos 42 minutos que o Brest voltou a assustar. Mathias Pereira teve uma ótima oportunidade de finaliza, bem pertinho do gol, mas quase recuou para Blanco.

Por fim, o que realmente marcou a primeira etapa foram os dois amarelos para o Brest. Chardonnet e Kenny Lala levaram cartões, mas muitos outros jogadores poderiam ter sido punidos durante os 45 minutos iniciais. Pouca bola rolou e muitas entradas desleais foram distribuídas.

Expulsão estranha de Mounié revolta a torcida

Logo no começo do segundo tempo, Steve Mounié deu uma entrada dura em Leonardo Balerdi. Pelas imagens, era possível ver o atacante quase dando um tapa no braço do adversário, um lance que provavelmente seria para cartão amarelo.

Sem pestanejar, o árbitro Ruddy Buquet marcou a falta, mas tirou do bolso o cartão vermelho. O jogador deixou o gramado sem reclamar, mas a torcida se revoltou. Muitos gritos e reclamações contra a arbitragem foram proferidos pela torcida.

Marseille tenta chegar ao gol aos trancos e barrancos

O time visitante fez um esforço para chegar ao gol do estreante titular Gregoire Coudert, mas nem de longe teve sucesso. Nas únicas duas finalizações certas dos visitantes, o goleiro francês, que fez seu primeiro jogo como titular na Ligue 1, apareceu bem. O titular Marco Bizot está suspenso por dois jogos após ser expulso por uma briga com Elbasan Rashanifazer.

No mais, a segunda etapa não teve lá tantas emoções além da expulsão estranha de Mounié, até que Pierre Lees-Melou colocou a bola pra dentro da meta. Aos 43 minutos, o meia fez bela jogada individual, pisou na área com qualidade e finalizou na saída de Ruben Blanco para marcar o gol da vitória.

Botão Voltar ao topo