França

Griezmann mandou mensagem a Simeone após ser campeão do mundo: “Se consegui, foi graças a você”

Antoine Griezmann teve uma grande temporada, campeão da Liga Europa pelo Atlético de Madrid e da Copa do Mundo, como um dos líderes da seleção francesa. Ao conquistar o troféu mais cobiçado do futebol, em Moscou, um dos primeiros atos do atacante foi enviar uma mensagem a Diego Simeone, seu técnico no clube. Uma mensagem de agradecimento.

Em entrevista à France Football, Griezmann contou que tirou uma foto do troféu da Copa do Mundo e enviou para Simeone, com a mensagem: “Veja como é bonita. Se a consegui, foi graças a você. Esta taça também é para você”.

Antes do Mundial, as especulações eram fortes de que Griezmann trocaria o Atlético de Madrid pelo Barcelona, mas, a dias da estreia, ele confirmou a sua permanência e renovou contrato com os colchoneros.

Apesar dos títulos e do protagonismo que teve nessas campanhas, Griezmann sequer ficou entre os três finalistas do prêmio de melhor do mundo da Fifa. No entanto, está indicado à tradicional Bola de Ouro, entregue pela própria France Football, e espera que, se não for ele, o vencedor seja francês.

“Fomos campeões do mundo. Somos parte do melhor time do mundo. No melhor time do mundo, deve haver o melhor jogador do mundo, certo? De qualquer forma, é isso que penso. Há votos, opiniões, julgamentos diferentes. Mas eu acredito que um francês tem que ganhar a Bola de Ouro”, afirmou.

Um bom candidato, além de Griezmann, é Kylian Mbappé. “Ele me lembra do Cristiano Ronaldo do Manchester United. Era o cara que jogava pelos lados, driblando muito e marcando, mas ele não buscava o gol. Quando Kylian fizer o que Cristiano fez em Madri, ou seja, pensar apenas no gol, ele vai marcar 50, que nem Cristiano”, encerrou.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo