Copa do MundoFrança

Federação Francesa cede em queda de braço com Mbappé e revisará direitos de imagem na seleção

Após reunião em que jogadores apoiaram Mbappé e reforçaram o pedido para reformular os direitos de imagem, Federação anunciou que fará revisão o quanto antes

A Federação Francesa de Futebol (FFF) resolveu atender ao pedido de Kylian Mbappé de revisar o acordo de direitos de imagens na seleção francesa, após o jogador receber o apoio de companheiros. Mbappé tinha se recusado a participar de uma sessão de fotos após a FFF declarar que não iria fazer qualquer alteração no acordo até a Copa do Mundo. Com o protesto do jogador e o apoio do elenco, a FFF foi obrigada a recuar.

No domingo, o presidente da FFF, Noël Le Graet, disse ao L’Equipe que não iria revisar o contrato de direitos de imagem até a Copa do Mundo do Catar. O acordo vale desde 2010 – curiosamente, um ano que o elenco da seleção francesa fez um motim em plena Copa do Mundo diante do tratamento dado a um companheiro pelo então técnico Raymond Domenech, que já tinha causado polêmica ao não convocar, na época, Patrick Vieira e nem Karim Benzema.

Mbappé reagiu no dia seguinte, quando disse que não participaria da sessão de fotos programada para o elenco nesta terça-feira, como protesto. O problema para a FFF é que Mbappé, que já é enorme como nome e repercussão, não estava sozinho. Segundo relatou o L’Equipe, Le Graet convocou uma reunião com líderes da seleção francesa, Hugo Lloris, Raphaël Varane e o próprio Kylian MBappé, além de François Vasseur, diretor de marketing. Foi lá que ouviu o que não queria.

Graet foi surpreendido com o apoio da maioria dos jogadores à decisão de Mbappé e consideravam que o contrato deveria ser revisto e que os jogadores deveriam poder ter voz na hora de definir a participação em ações comerciais, caso as marcas sejam competidoras de seus próprios patrocinadores.

Após a reunião, já à noite, a Federação Francesa divulgou um comunicado em que se comprometeu a revisar, o mais rápido possível, a convenção de 2010 de direitos de imagem. Esta, porém, é uma medida temporária. Foi uma forma da FFF conseguir que Mbappé e os demais jogadores participem normalmente das atividades, mas será preciso entregar o prometido, e rápido. Porque a ameaça de mais insurgências dentro do elenco da seleção francesa continua viva.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo