França

Buffon vem ao resgate de um Donnarumma em fase ruim: ‘Acontece porque é um dos 3 melhores do mundo’

Donnarumma não vive boa fase, mas ganhou apoio de uma das lendas de sua posição: para Buffon, é normal que ele recebe mais críticas, afinal é um dos melhores

A fase de Gianluigi Donnarumma como goleiro do PSG não está das melhores. Falhas consecutivas em momentos cruciais do time na temporada têm sido somadas a críticas já corriqueiras sobre a preparação do italiano, que chegou a Paris para ser um dos melhores do mundo na posição. Até agora, passa longe disso. Mas se não tem a confiança da mídia e dos torcedores franceses, Donnarumma pode contar atualmente com os conselhos e incentivo de Gianluigi Buffon, para muitos o melhor goleiro da história — pelo menos da Itália, uma das mais famosas escolas da posição.

— Não acho que ele [Donnarumma] está errando muito, acima da média, como tem sido dito. O que acredito é que quando você é um dos melhores goleiros do mundo, qualquer falha que você cometa vai repercutir muito mais, gerar todo tipo de polêmica em cima daquele lance. Eu acredito que Donnarumma tem muitos atributos que fazem dele um dos melhores goleiros do mundo — afirmou Buffon ao ser questionado sobre a má fase do compatriota.

Por que torcedores do PSG têm criticado Donnarumma?

Apesar da defesa de Buffon, é inegável que Donnarumma não vive sua melhor fase atualmente e isso tem sido bastante refletido em jogos. Nos três jogos que o PSG fez após o retorno da última parada internacional para jogos de seleções, foram pelo menos três erros que incomodaram bastante os fãs parisienses e despertaram a perseguição por boa parte da imprensa francesa.

Contra o Mônaco, falha que não custou muito

A primeira falha bastante criticada de Donnarumma após o retorno da Data Fifa aconteceu no clássico entre PSG e Mônaco, pela Ligue 1. O goleiro italiano nunca foi reconhecido por sua habilidade com a bola nos pés e mostrou o porquê da desconfiança com esse seu atributo neste jogo.

Jogando em casa, o PSG abriu o placar logo aos 18 minutos com Gonçalo Ramos, mas viu seus rivais chegarem à igualdade menos de cinco minutos depois — e muito por conta de Donnarumma. Ele tentou sair jogando com os pés e acabou criando uma jogada completamente bizarra, entregando a bola fácil para Takumi Minamino deixar tudo igual.

No final das contas, terminou o jogo com cinco defesas feitas e apenas 79% de acerto nos passes, com muitos erros principalmente nas bolas longas. Para o PSG, o erro não custou tão caro, já que o clássico terminou com larga vitória parisiense por 5 a 2.

Na Champions League, falha custou pontos valiosos

Se contra o Mônaco a falha de Donnarumma não custou nada ao PSG, o mesmo não se pode dizer do jogo diante do Newcastle, válido pela Champions League. Não foi uma falha crassa do arqueiro italiano, mas a fase ruim colaborou para as críticas.

O gol inglês saiu após bola não tão forte chutada de fora da área, que Donnarumma espalmou bem mal e nos pés de Aleksander Isak, que abriu o placar do que seria, no final do jogo, um empate em 1 a 1 entre PSG e Newcastle. O jogo ficou marcado por enorme polêmica, já que o gol francês acabou saindo de pênalti bastante controverso nos acréscimos — a UEFA chegou a suspender o árbitro após o lance.

Diante do Le Havre, apenas dez minutos em campo

E, por fim, a expulsão diante do Le Havre. Numa saída meio estabanada, Donnarumma acabou sendo expulso aos dez minutos do primeiro tempo e deixou seu time com um a menos durante praticamente todo o jogo. Assim como contra o Mônaco, no entanto, o PSG não sentiu muito e acabou vencendo por 2 a 0. Mas o placar não sossegou os críticos, que aproveitaram a bela atuação de Arnau Tenas, goleiro reserva do PSG, para ponderar: será que Donnarumma merece ser titular absoluto em Paris?

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo