França

Bayern se nega a liberar Ribéry para depor sobre boicote

O Bayern de Munique bateu de frente com a Federação Francesa de Futebol (FFF), nesta segunda-feira, ao anunciar que não vai liberar o meia Franck Ribéry para prestar depoimento à entidade sobre seu suposto envolvimento no protesto feito por jogadores da seleção de seu país, durante a Copa do Mundo.

“A Federação Francesa não pode exigir arbitrariamente sua presença, pois ele tem obrigações com o Bayern”, afirmou o executivo-chefe do clube alemão, Karl-Heinz Rummenigge.

Segundo o dirigente, a reunião com a comissão disciplinar da FFF, prevista para o próximo dia 17, três dias antes do início do Campeonato Alemão, não tem nada a ver “com o calendário futebolístico da seleção francesa”.

O meia do Bayern foi um dos cinco jogadores convocados pela federação a prestar esclarecimentos sobre o boicote a uma sessão de treinos durante a Copa, devido à exclusão do atacante Nicolas Anelka do elenco. Os outros foram Eric Abidal, Patrice Evra e Jérémy Toulalan, além do próprio Anelka. (EFE)

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo