FrançaItália

Após Navas, Donnarumma também diz que “as coisas precisam mudar” em briga por titularidade no gol

Os dois talentosos goleiros revezaram entre si nesta temporada, mas não estão afim de mais um ano nesta situação

Gianluigi Donnarumma seguiu a mesma linha de Keylor Navas e cobrou mudanças na briga por titularidade após uma temporada em que os dois talentosos goleiros se revezaram debaixo das traves do Paris Saint-Germain, que se sagrou campeão francês pela décima vez no fim de semana.

Mais experiente, Navas recebeu a companhia de Donnarumma nesta temporada, logo depois de o italiano conquistar a Eurocopa. Nenhum dos dois teve uma sequência longa como titular de Mauricio Pochettino, e o costarriquenho havia dito na semana passada que “alguma coisa tinha que mudar”.

Ambos têm contrato para as próximas duas temporadas, o que significa que alguém teria que ser negociado – Navas seria o escolhido, segundo o L’Equipe – um deles teria que se contentar com a reserva ou com outro tipo de revezamento mais comum em que há um goleiro para as copas e outro para o Campeonato Francês.

“Estou aqui para ser o dono (da titularidade). Foi um ano de aclimatação. Não foi fácil mudar língua e hábitos. Tenho um excelente relacionamento com Navas, mas, como ele também declarou, não foi fácil essa competição. As coisas certamente têm que mudar”, disse, em entrevista à Sky Sports da Itália.

E o goleiro de 23 anos deu o recado: ficará no PSG para tentar ganhar a Champions League. O fracasso na competição europeia foi um dos motivos que levou a torcida a entrar em conflito com o time, a ponto de deixar o estádio antes do fim do jogo do título no último sábado contra o Lens.

“Foi uma grande satisfação (ser campeão). Estou muito feliz com o que aconteceu. Lamentamos a decepção dos nossos torcedores na Champions League, mas vamos tentar compensar isso porque eles sempre nos apoiaram e foram o nosso 12º homem em campo. Nós os entendemos, também queríamos ir bem na Europa. Sofremos no vestiário após a eliminação, mas o objetivo era ganhar o título e no futuro tentaremos compensar também na Champions League”, afirmou.

De olho na briga pelo título do Campeonato Italiano, Donnnarumma naturalmente disse que gostaria que o Milan terminasse campeão – tem dois pontos de vantagem à Internazionale, com um jogo a mais. “Desejo que eles ganhem o scudetto porque estão fazendo uma grande temporada e Pioli está trabalhando muito bem”, encerrou.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo