Europa

Zenit é campeão russo com goleada, pintura de Malcom, estádio lotado e Dzyuba como Deadpool

Em uma Gazprom Arena lotada, time de São Petersburgo venceu o segundo colocado Lokomotiv Moscou por 6 a 1 e deu a seu torcedor um dia para a memória

É justo dizer que o domingo do Zenit foi bastante agitado. No jogo que definiu o campeão russo, a torcida lotou a Gazprom Arena e viu sua equipe dar show. Contra o segundo colocado, o Lokomotiv Moscou, o time de Sergej Semak goleou por 6 a 1 com direito a golaço de Malcom, show de Artem Dzyuba e comemoração inusitada do atacante russo, que se vestiu de Deadpool para receber a medalha de campeão.

Ídolo nacional, Artem Dzyuba, que recentemente colou em Kerzakhov com apenas um gol a menos que o maior artilheiro da história da seleção russa, entregou uma atuação de gala no jogo que definiu o oitavo título nacional do Zenit. Aos 19 minutos, o centroavante pegou rebote e encobriu o goleiro brasileiro Guilherme para marcar um golaço e abrir o placar.

Deixando clara a sua superioridade, o Zenit abriu 3 a 0 ainda no primeiro tempo. Aos 39, Driussi cruzou, e Azmoun marcou. Aos 48, após pênalti sofrido por Dzyuba, Azmoun cobrou e ampliou para 3 a 0.

<div style=”width:100%;height:0px;position:relative;padding-bottom:56.327%;”><iframe src=”https://streamja.com/embed/VZeZw” frameborder=”0″ width=”100%” height=”100%” allowfullscreen style=”width:100%;height:100%;position:absolute;”></iframe></div>

Empurrado pelas arquibancadas lotadas da Gazprom Arena, uma cena que, na Europa, só é possível por enquanto na Rússia, o Zenit começou o segundo tempo voando e chegou ao quarto gol nos primeiros segundos de bola rolando. Malcom cruzou da direita, e Azmoun anotou seu hat-trick.

Mais a seu estilo brigador e oportunista, Dzyuba dividiu com o goleiro e a defesa após cruzamento de Malcom, viu Azmoun acertar o travessão e, na sobra, sozinho, empurrou para o gol para fazer 5 a 0 ainda aos seis minutos da segunda etapa.

O Lokomotiv diminuiu pouco tempo depois com François Kamano, mas o melhor da noite ainda estava por vir. Aos 22 minutos da etapa final, Malcom tabelou com Dzyuba e, de longa distância, acertou um chute caprichado, com classe, para encobrir Guilherme e fechar a goleada com uma pintura: 6 a 1.

O espetáculo não ficou limitado às jogadas em campo. No momento da premiação, Dzyuba, mestre do entretenimento, vestiu-se de Deadpool para receber a medalha de campeão, encerrando sua performance marcante com um toque inesperado.

Com a situação sanitária impedindo festas parecidas em outros países, é difícil que vejamos um campeão promover uma jornada de título à altura desta do Zenit.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo