Champions LeagueEuropa

Passeio no parque: Real domina Galatasaray em casa

O Real Madrid não teve dificuldades para colocar seu estilo ofensivo em campo diante do Galatasaray, no Santiago Bernabéu. Valendo vaga nas semifinais da Liga dos Campeões, a equipe merengue não poupou forças para agredir os turcos e venceu por 3 a 0, com gols de Cristiano Ronaldo, Benzema e Higuaín.

A superioridade dos mandantes em relação aos visitantes ficou clara logo nos primeiros movimentos, quando se aproveitaram das brechas defensivas proporcionadas por Nounkeu e Semih Kaya. Enquanto a marcação turca se restringia ao seu próprio campo, Cristiano Ronaldo, Di Maria e Benzema avançavam o território adversário buscando um único lance que pudesse mudar o destino da partida.

Nas costas da defesa, Ronaldo encontrou o mapa da mina. Se embolando em jogadas rápidas pelo meio, a retaguarda do Galatasaray não conseguia lidar sequer com Benzema, quiçá seus auxiliares que vinham das pontas. Do outro lado, em situação completamente distinta, o Real comandava as ações, armava suas ofensivas sem correr o mínimo perigo. Talvez em um ou outro chute de Drogba, mas no total, sossego na cozinha de Diego López.

Talvez uma caminhada no parque fosse mais difícil para os comandados de Mourinho do que propriamente ter o Galatasaray como sério candidato a avançar às semifinais. Os lances que originaram os gols do Real foram as provas cabais de que com o mínimo esforço, o resultado sairia.

Diminuindo o ritmo, os donos da casa apenas fizeram o básico nos 45 minutos finais, consequência da facilidade que tiveram para construir a vantagem na etapa inicial. Nem Drogba, nem o perigoso Burak Yilmaz conseguiram dar algum susto na defesa madridista. Nos minutos finais, Mourinho foi fechando os espaços e apostando em um perfil mais cauteloso, sem buscar o quarto gol.

Sem Sergio Ramos para a volta na Turquia, o Real deve chegar com a missão de apenas conter o ímpeto do Galatasaray. Com 3 a 0 de vantagem na mala e ainda enfrentando os rivais desfalcados de Yilmaz, não é absurdo já enxergar os espanhóis entre os quatro melhores desta Liga dos Campeões.

Formações iniciais

football formations

Destaque do jogo

Cristiano Ronaldo procurou o gol a todo momento no primeiro tempo. Predestinado a tentar resolver as coisas para o seu lado, o português foi presença constante na ponta esquerda e trouxe muito perigo à dupla de zaga formada por Nounkeu e Semih Kaya. Verdade que Ronaldo sumiu nos 45 minutos finais, mas nem era necessária sua interação para que o ataque madridista fizesse sua parte.

Momento-chave

Essien dominava a bola pela direita quando resolveu cruzar na área. Lá estava Benzema, que conseguiu dominar e chutar no canto de Muslera, que nada pôde fazer para evitar o segundo tento do Real. Enquanto o placar ainda estava 1 a 0, era possível uma reação do Galatasaray, que foi descartada após o vacilo crucial de sua dupla defensiva.

Os gols

9/1T – GOL DO REAL MADRID!
Cristiano Ronaldo recebe dentro da área e bate por cima de Muslera, na saída do uruguaio.

29/1T – GOL DO REAL MADRID!
Essien cruza da direita e acha Benzema, que domina e tem tempo para finalizar no canto do gol de Muslera.

28/2T – GOL DO REAL MADRID!
Higuaín sobe sozinho de cabeça e testa no alto da meta do Galatasaray, fechando a conta da noite em Madrid!

Curiosidade

Foram 12 anos de espera para que Real Madrid x Galatasaray se enfrentassem pela Liga dos Campeões. Na mesma fase de quartas de final, os turcos contavam com Hagi, Jardel, Taffarel e Hasan Sas. No Ali Sami Yen, 3 a 2 para os mandantes, com gols de Davala, Sas e Jardel. O troco veio duas semanas depois, no Santiago Bernabéu, pelo mesmo placar de hoje. 3 a 0 e marcaram Raúl (2x) e Helguera.

Ficha técnica

REAL MADRID 3X0 GALATASARAY

Real Madrid_escudo Real Madrid
Diego López, Sergio Ramos, Raphael Varane, Fabio Coentrão, Michael Essien, Sami Khedira, Xabi Alonso, Ángel Di Maria (Pepe), Mesut Özil (Luka Modric), Cristiano Ronaldo e Karim Benzema (Gonzalo Higuaín). Técnico: José Mourinho
Galatasaray_escudo Galatasaray
Fernando Muslera, Semih Kaya, Dany Nounkeu, Emmanuel Eboué, Albert Riera (Nordin Amrabat), Felipe Melo, Selçuk Inan, Hamit Altintop (Ümut Bulut), Wesley Sneijder (Gokhan Zan), Didier Drogba e Burak Yilmaz. Técnico: Fatih Terim
Local: Santiago Bernabéu, Madrid (ESP)
Árbitro: Svein Oddvar Moen (SUE)
Gols: Cristiano Ronaldo, (9/1T), Karim Benzema (29/1T), Higuaín (28/2T)
Cartões amarelos: Nounkeu, (41/1T), Felipe Melo (26/2T), Burak Yilmaz, (33/2T), Drogba (29/2T), Essien, (39/2T), Sergio Ramos (45/2T), Modric (46/2T)
Cartões vermelhos: Nenhum

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo