O meio-campista Mesut Özil, de 32 anos, revelou ser torcedor do Fenerbahçe, clube turco que é o favorito para o contratar. Mais do que isso: disse que quer jogar na Turquia e nos Estados Unidos e que se for para o país de origem dos seus pais, só jogaria pelo Fener. O jogador tem negociado a sua saída do Arsenal, com quem tem contrato até 2022, e Turquia e Estados Unidos são dois destinos possíveis para o jogador alemão.

LEIA TAMBÉM:
Arsenal completa o exílio de Mesut Özil (e £ 18 milhões) ao não inscrevê-lo sequer na Premier League
Özil reage a exclusão de lista do Arsenal para a Premier League: “É difícil encontrar lealdade hoje em dia”

Segundo a Sky Sports, o representante de Özil está em negociações com o e com o , dos Estados Unidos. Segundo informações do veículo inglês, a prioridade do jogador ainda é permanecer até o fim do seu contrato, mas ele negocia a sua saída e pode antecipar o fim do seu contrato. O ainda não recebeu o contato de nenhum clube interessado no jogador.

Özil fez uma sessão de perguntas e respostas no seu Twitter, aberto a todos seus seguidores. Em uma das perguntas, ele respondeu sobre o clube que torcia quando criança. “Eu cresci como um torcedor do Fenerbahçe quando criança na Alemanha. Mesmo uma pessoa turca-alemã torce por um time turco quando crescem na Alemanha”, contou o jogador.

“O meu era o Fenerbahçe. O Fenerbahçe é como o na Espanha. O maior clube do meu país”, escreveu Özil. Sem jogar desde março de 2020 no Arsenal, um seguidor perguntou se ele continuará jogando depois do seu contrato com o Arsenal acabar, justamente em junho de 2021. “Com certeza sim. Há dois países que eu quero jogar antes de me aposentar: Turquia e Estados Unidos. Se eu for para a Turquia, eu só jogaria pelo Fenerbahçe”, disse Özil.

Presidente do Fener: “Ainda é um sonho contratar Özil”

O presidente do Fenerbahçe aumentou as especulações com suas declarações, embora tenha afirmado que o jogador ainda é um sonho. “Me deixe fazer uma declaração sobre [Mesut] Öozil. Eu ainda estou dizendo que é um sonho. Se vocês estão cientes, nós, como Fenerbah;ce Sports Club, nunca fizemos qualquer declaração sobre isso. O que é importante aqui é que Mesut [Özil] possa resolver seus problemas com seu clube atual”, afirmou Ali Koc, o presidente do Fener.

“Nós podemos dizer que isso [a transferência de Özil] é um assunto que nós estamos mais próximos em comparação ao passado. Não há qualquer coisa que esteja finalizada, pode acontecer ou pode não acontecer. Além disso, esse tipo de notícia publicada na imprensa dificulta a negociação. Nós veremos o que os próximos dias nos reservam”, continuou o dirigente.

Entre as perguntas, Özil também descartou qualquer possibilidade de voltar ao seu antigo clube, o Schalke 04, e disse que preferia se aposentar a jogar pelo rival do Arsenal, o Tottenham. Um dos maiores problemas para que o jogador deixe o Arsenal é o seu imenso salário, algo em torno de £1,4 milhão por mês (£350 mil por semana). Há uma boa vontade de todos os lados para que Özil vá para o Fenerbahçe e, enfim, deixe o Arsenal.

“Houve muitos altos e baixos até aqui, mas jamais me arrependi da minha decisão de vir para o Arsenal. E para ser honesto, os últimos jogos antes da parada pela pandemia do coronavírus foram muito divertidos”, afirmou o jogador. “Eu gostei muito daquele momento e eu pensei que estávamos em um caminho positivo. Mas depois da parada, as coisas infelizmente mudaram”, explicou.

Özil foi contratado pelo Arsenal em 2013 por um valor recorde na época, € 47 milhões (£ 42,3 milhões). Foram 254 jogos pelo clube, 44 gols e 77 assistências, contando todas as competições. É, de longe, o clube pelo qual o alemão mais jogou, mais fez gols e mais fez assistências na carreira. Ele começou no Schalke 04, jogou pelo Werder Bremen e também pelo Real Madrid.