Liga Europa

Ê Faraó! Roma vence Slavia Praga com duas assistências de El Shaarawy

O Faraó El Shaarawy foi decisivo em um jogo que a Roma decidiu em menos de 20 minutos pela Liga Europa

A Roma não teve problemas para vencer o Slavia Praga por 2 a 0 nesta quinta-feira (26), pela Liga Europa. Foi um jogo muito rapidamente resolvido, com o placar já definido em menos de 20 minutos. O atacante Stephan El Shaarawy, que já tinha sido destaque na vitória sobre o Monza, no último domingo, foi também o destaque nesta partida, com duas assistências.

El Shaarawy, de 30 anos, é nascido em Savona, cidade ao norte da Itália que fica no mar da Ligúria. É filho de pai egípcio e uma mãe com dupla cidadania italiana e suíça. Começou a carreira no Genoa, passou pelo Padova e jogou pelo Milan. Sua origem egípcia, expressa no seu nome, o fez ter o apelido de Faraó.

Ainda atuou emprestado por Monaco e Roma, antes de se transferir em definitivo para o time da capital em 2016. Foi jogar na China em 2019, mas voltou aos giallorossi em 2021. Já atuou como ala pela esquerda, mas nesta temporada tem se destacado no ataque. Foi assim neste jogo contra o Slavia Praga.

Sem o técnico José Mourinho, suspenso, a Roma foi a campo no 3-4-2-1, com o atacante Romelu Lukaku como seu principal nome. Até porque a equipe estava desfalcada de muitos jogadores, especialmente Lorenzo Pellegrini e Paulo Dybala, dois jogadores ofensivos muito importantes. Além deles, ainda eram desfalques Renato Sanches, Marash Kumbulla e Chris Smalling, além do atacante Tammy Abraham, que se lesionou no fim da temporada passada e ainda não conseguiu voltar.

Jogo definido rapidamente

O início da Roma foi avassalador. Logo aos 43 segundos de jogo, a Roma abriu o placar. Stephan El Shaarawy roubou a bola de Tomás Holes, tocou para Eduardo Bove, que ajeitou e bateu bonito para marcar um golaço: 1 a 0. Nem deu tempo para os tchecos respirarem.

Não demorou para que a Roma aumentasse o placar. Aos 16 minutos, El Shaarawy carregou a bola pelo lado esquerdo e fez o passe para Romelu Lukaku, em profundidade. Aí é difícil parar: com a bola na sua perna esquerda, a preferida, o atacante encheu o pé e marcou 2 a 0 para os romanistas.

Com um placar tão favorável tão cedo, a Roma conseguiu controlar o jogo com muita tranquilidade. O Slavia Praga não mostrava qualquer capacidade de causar perigo ou problemas. Quem ficou mais perto do gol foi a Roma de chegar ao terceiro, mais do que o Slavia de diminuir.

O segundo tempo continuou com a Roma sendo muito melhor e sem nem precisar forçar. El Shaarawy quase consagrou a sua ótima atuação com um golaço de fora da área, mas ele parou no travessão. Lukaku e Andrea Belotti, que entrou no segundo tempo, também tiveram chances de marcar. O atacante belga teve uma bola bem característica, recebendo na direita, cortando para o meio e finalizando com força de pé esquerdo, mas a bola foi para fora.

Roma com uma mão na vaga

No fim, a vitória da Roma foi tranquila e merecida. O time da capital lidera com tranquilidade o Grupo G da Liga Europa com nove pontos, com três vitórias em três jogos. Lukaku, aliás, chegou a três jogos em três jogos na competição. O Slavia Praga está com seis pontos em segundo lugar e, apesar da derrota, está em situação tranquila, porque Servette e Sheriff, que tinham perdido seus dois primeiros jogos, empataram e ficaram com um ponto cada, ainda em situação bem complicada pensando em classificação.

Na próxima rodada, a Roma visita a Tchéquia para enfrentar o Slavia Praga. Se vencer, não só garante a classificação como ainda garante o primeiro lugar da chave, algo que é uma vantagem na Liga Europa. O primeiro colocado vai direto às oitavas de final, enquanto o segundo precisa passar por um playoffs contra os times da Champions League, o que é sempre um perigo.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo