Liga Europa

Em jogo de eliminados, Ajax supera o AEK em duelo movimentado e com falhas bizarras de goleiro

Goleiro do Atenas entrega duas vezes na Johan Cruijff Arena, mas se redime no fim da partida que não valia mais nada pela fase de grupos da Liga Europa

Nenhuma das duas equipes aspirava mais nada na Liga Europa, mas nem por isso Ajax e AEK Atenas deixaram de buscar o campo de ataque na última rodada da fase de grupos. A partida foi movimentada durante os 90 minutos, e o time dos Países Baixos levou a melhor, vencendo por 3 a 1, na Johan Cruijff Arena, em Amsterdã. 

A situação da chave de Ajax e AEK Atenas ficou da seguinte forma: Olympique de Marseille em primeiro, com 12 pontos, classificado diretamente para as oitavas de final, enquanto o Brighton ficou com o segundo lugar da tabela, com um ponto a menos, e vai para a segunda fase do torneio. Os próximos cruzamentos serão conhecidos na próxima segunda-feira (18), através de sorteio.

Toma lá, dá cá 

Os times entraram elétricos, fazendo muita pressão na saída de bola dos dois lados do campo. Porém, a bola parada do Ajax tirou o zero do placar logo aos 5 minutos. 

Kristian Hlynsson cobrou o escanteio perfeitamente, e Chuba Akpom apareceu livre para marcar de cabeça. O goleiro estava na bola, mas furou a interceptação, e a bola sobrou limpa para o atacante mandar uma testada firme no lado para o centro do gol. Falha grotesca do goleiro Athanasiadis. 

A resposta dos gregos foi a jato. Aos 11 minutos, Niclas Eliasson sofreu falta perto da entrada da área e o AEK também aproveitou a jogada aérea para igualar o marcador. Levi García pegou em cheio o levantamento na área e mandou uma cabeçada firme, sem chances de defesa para Diant Ramaj. 

A partida continuou corrida, com tentativas de ataque em velocidade pelos dois times, mas foram os donos da casa que levaram a vantagem para o intervalo em um lindo lance de Jorrel Hato. O zagueiro de 17 anos conduziu a bola até perto da entrada da área, limpou o marcador, e soltou um passe na medida entre a defesa grega para Kenneth Taylor chutar rasteiro e cruzado no canto esquerdo. 

Giorgos Athanasiadis aceita quase tudo, mas se redime no fim

Responsável pela falha no primeiro gol do Ajax no primeiro tempo, o goleiro Giorgos Athanasiadis “atacou” novamente na segunda etapa com outra falha bizarra. Em um momento em que o Atenas tentava igualar as ações ofensivas, com subidas rápidas, um contra-ataque minou a evolução do time visitante. 

Chuba Akpom recebeu um passe pela direita de Ar'Jany Martha, em velocidade, e finalizou no meio do gol, de fora da pequena área. A princípio, o lance não levaria tanto perigo, mas o goleiro errou o tempo da defesa e, simplesmente, deixou a bola entrar. Um frangaço. 

Depois da segunda falha, Athanasiadis parece ter acordado, e fez duas defesas incríveis para impedir a goleada do Ajax. Isso porque o camisa 10 da equipe neerlandesa estava inspirado e muito ágil nos contragolpes. 

Primeiro, aos 40 minutos, Chuba bateu no centro da meta de Athanasiadis, que bloqueou o chute. Já aos 47, o mesmo atacante puxou o ataque na velocidade e mandou uma batida firme no canto esquerdo, mas rasteiro, e o arqueiro grego se esticou todo para mandar a bola para escanteio.

No fim das contas, mesmo com duas entregadas, Athanasiadis impediu que o placar fosse ainda mais elástico em Amsterdã.

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo