Liga Europa

A vitória do Benfica na Polônia teve uma atuação de gala de Darwin Núñez, autor de três gols

A Liga Europa não é o torneio que o Benfica pretendia disputar neste momento. Os encarnados investiram alto em seu elenco e visavam a Champions, mas sucumbiram nas preliminares. Se o que resta é a competição secundária, o time de Jorge Jesus abriu sua participação na fase de grupos com vitória – apesar dos sustos. Jogando em casa, o Lech Poznan empatou por duas vezes e expôs a defesa benfiquista. Mas esta seria uma noite de Darwin Núñez, que estreou nos torneios continentais com uma tripleta, estrelando os 4 a 2 na Polônia.

O Benfica começou a partida recheado de novatos. Dos 11 titulares, seis chegaram ao Estádio da Luz nesta janela de transferências. Mesmo assim, o primeiro gol seria anotado por um velho conhecido, Pizzi. Depois de um toque de mão na área, o meia converteu o pênalti aos nove minutos. Mas não que o Lech demorasse a reagir. Aos 15, num contragolpe, Alan Czerwinski acelerou pela direita e cruzou para Mikael Ishak emendar às redes.

A partida seguiria com oportunidades para os dois lados, mas quase o Lech virou com Jakub Moder. O meia completou de primeira após uma cobrança de escanteio e carimbou a trave. A vitória parcial do Benfica antes do intervalo seria assegurada apenas aos 42. Gilberto avançou pela direita e fez o cruzamento. Darwin Núñez subiu sozinho e cabeceou com firmeza, sem nem dar tempo de reação ao goleiro.

Logo na volta ao segundo tempo, o Benfica desperdiçou a chance do terceiro. Acabou punido com o empate do Lech aos quatro minutos. Numa boa tabela pela esquerda, Jakub Kaminski bateu para a defesa de Odisseas Vlachodimos. Contudo, no rebote, Ishak foi oportunista e anotou de cabeça. Ao menos os encarnados não demorariam a se recuperar, com o terceiro aos 15. Numa belíssima trama, Everton acionou Darwin Núñez na área. O centroavante aplicou uma caneta desconcertante no marcador e tirou do goleiro.

Vlachodimos seria importante à vitória, com duas defesas decisivas para evitar o empate do Lech na sequência, especialmente em chute de Moder. Todavia, a partir dos 35, o Benfica voltaria a atacar com vigor e garantiria o triunfo. Saído do banco, Pedrinho parou em boa defesa de Filip Bednarek, que também impediu o tento de Cebolinha. A noite era mesmo de Darwin Núñez, que fechou a contagem aos 48. Após a linha de passe pelo lado direito da área, Rafa Silva alcançou a linha de fundo e fez um cruzamento cheio de categoria. Na pequena área, o artilheiro completou a tripleta sem nem sair do chão.

O Benfica venceu seis de seus primeiros sete jogos na temporada. A única derrota foi mesmo contra o PAOK. E a noite inspirada demonstra como Darwin Núñez parece um ótimo investimento dos encarnados, mesmo perdendo Carlos Vinícius. O grupo ainda tem Standard de Liège e Rangers, com os escoceses representando a principal ameaça, sobretudo após o triunfo de estreia na Bélgica com os 2 a 0 no placar.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo