Europa

Israel vive seu maior momento com as seleções de base, ao eliminar a França e alcançar a final do Europeu Sub-19

Israel já tinha garantido uma inédita participação no Mundial Sub-20 e buscará a taça na final contra a Inglaterra

Israel atravessa o momento mais importante da história de suas seleções de base. Os alviazuis são a sensação do Campeonato Europeu Sub-19 e já tinham registrado um feito inédito com a vaga nas semifinais, que valerá a presença no Mundial Sub-20 de 2023. Nesta terça-feira, então, os israelenses deram um passo além. A equipe derrotou a França por 2 a 1 e pela primeira vez disputará a decisão de uma competição da Uefa na base. A final será diante da Inglaterra, em partida marcada para a próxima sexta-feira, na cidade eslovaca de Trnava.

Israel deixou pelo caminho Hungria, Escócia e Turquia para se classificar à fase final do Europeu Sub-19. Esta é apenas a terceira participação dos alviazuis na competição durante os últimos 30 anos, mas a falta de costume não se tornou problema. Os israelenses terminaram a fase de grupos na segunda colocação, com vitória sobre a Áustria e empate contra a Sérvia, além de derrota para a Inglaterra. Com isso, já carimbaram o passaporte para seu primeiro Mundial. E façanha maior ocorreu na semifinal, diante da favorita França.

Israel abriu o placar aos 29 minutos, com um gol contra de Souleymane Touré. Aos 12 do segundo tempo, mais um tento foi anotado pelos israelenses, numa cabeçada de El Yam Kancepolsky. A França até descontou cinco minutos depois, num belo chute de Alan Virginius, mas não passou disso. Os alviazuis ganharam o direito de desafiar na decisão a Inglaterra, que passou pela Itália na outra semifinal.

É curioso notar que, enquanto fazia parte da AFC, Israel ganhou seis edições do Campeonato Asiático Sub-19 de 1964 a 1972. Porém, a partir do momento em que os israelenses passaram a compor a Uefa, não conseguiram mais repetir os feitos. Foram somente três participações no Europeu Sub-19, sem passar da fase de grupos nas duas anteriores. O time também figurou duas vezes no Europeu Sub-21 e teve mais sorte no Europeu Sub-17, com 11 presenças, além de uma terceira colocação em 1996. Entretanto, aquela edição do torneio não valia vaga no Mundial.

A mera participação no Mundial Sub-20 já representa bastante para Israel. A decisão do Europeu Sub-19, entretanto, vale ainda mais como cartão de visitas a essa geração. Para seleções de menor porte, elencos vitoriosos na base muitas vezes são bem aproveitados no nível principal. Não surpreenderá se uma nova safra de talentos auxiliar os israelenses a brigarem por feitos maiores com sua seleção adulta nos próximos anos. Nomes como o camisa 10 Oscar Gluh, talentoso armador do Maccabi Tel Aviv, merecem ser acompanhados de perto.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo