Europa

Federação da Bulgária nega insultos racistas contra ingleses

A Federação de Futebol da Bulgária rejeitou as acusações de que torcedores do país gritaram insultos racistas contra jogadores ingleses. A partida entre as duas seleções, na qual ocorreu o incidente, foi realizada no mês passado, em Sofia, válida pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2012. A Inglaterra venceu o encontro por 3 a 0.

“Eles se acham melhores que os outros? É o quinto caso de racismo acusam na Uefa. Nós iremos preparar a nossa defesa bem, porque estamos convencidos que não houve algo do tipo”, afirmou Borislav Mihaylov, ex-goleiro da seleção da Bulgária e atual presidente da federação.

A Uefa abriu um procedimento disciplinar contra os búlgaros e o comitê da entidade irá julgar o caso no dia 13 de outubro. O Mihaylov ainda disse que os búlgaros irão pedir o adiamento da audiência para elaborar a defesa.

Jogadores negros da Inglaterra afirmaram que torcedores imitaram macacos durante a partida para provocá-los. Os dirigentes da Inglaterra relataram o caso aos búlgaros logo depois do jogo. Então técnico da seleção local, o alemão Lothar Matthäus pediu desculpas ao término do encontro.

Os ingleses lideram o Grupo G das Eliminatórias da Euro e já estão classificados para a fase final. A Bulgária, que enfrenta o País de Gales na próxima terça-feira, está em quarto na chave e já não tem mais chances de qualificação.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo