Conference League

46 presos e alguns feridos: o sangrento confronto entre torcedores do Légia Varsóvia e a polícia inglesa

Impedidos de assistirem ao jogo entre Aston Villa e Légia Varsóvia, no Villa Park, pela Conference League, adeptos do clube polonês causaram confusão generalizada nas ruas de Birmingham; quatro policiais ficaram feridos

O Aston Villa bateu o Légia Varsóvia por 2 a 1 na última quinta-feira (30), no Villa Park, em jogo válido pela quinta rodada do Grupo E da Conference League. A vitória foi importante para a equipe inglesa, que se manteve na liderança da chave. No entanto, o resultado em si acabou ficando em segundo plano. Isso porque, a polícia prendeu 46 pessoas após confrontos ocorridos do lado de fora do estádio. Além disso, quatro agentes de seguranças ficaram feridos em virtude da confusão.

O tumulto teve início antes da bola rolar e a polícia barrou a entrada dos torcedores visitantes, deixando a arquibancada vazia. Um problema na distribuição de ingressos para os poloneses foi o que causou a confusão nas ruas da cidade de Birmingham.

Aproximadamente mil torcedores poloneses chegaram em Birmingham para assistir ao jogo e acabaram protagonizando o que a polícia classificou como “90 minutos de violência”, após serem barrados já nos arredores do Villa Park. “A desordem com a qual nos deparamos na noite passada foi a mais severa que muitos de nós já vimos”, relatou Damian Barratt, chefe adjunto de polícia, em entrevista à rádio Talk Sport.

Barratt também anunciou que uma investigação está em curso para entender o porquê de os ingressos não terem sido distribuídos de maneira correta. Em resumo, os bilhetes costumam ser fornecidos pelo clube mandante aos visitante, por intermédio da Uega. Ao que parece, isso não foi cumprido.

– Infelizmente isso não aconteceu. Como resultado, não foi que excluímos os torcedores, foi que não havia torcedores com ingressos que pudessem entrar com segurança, por isso tivemos que tomar a decisão em conjunto com o clube de que as catracas não seriam abertas -, disse Barratt.

Revolta dos poloneses por pouco não termina em tragédia

Antes da partida entre Aston Villa x Légia Varsóvia, os torcedores poloneses foram orientados a comparecerem nos arredores do Villa Park para receberem os ingressos e serem escoltados pela polícia local. Quando souberam que não entrariam no estádio por conta da confusão com os bilhetes, os adeptos visitantes se revoltaram. Segundo Damian Barratt, alguns fãs atiraram sinalizadores e iniciaram incêndios.

Quatro indivíduos foram detidos por “posse de faca/arma ofensiva” e quatro por “agressão a trabalhadores de emergência”. Não foi informado o estado dos policiais feridos pelos poloneses. Em meio à confusão generalizada, o Légia Varsóvia culpou o Aston Villa por “se recusar a distribuir ingressos para torcedores visitantes”.

Através das redes sociais, o Villa desmentiu a acusação do clube polonês, explicou a situação detalhadamente e apresentou uma queixa oficial junto à Uefa em relação à conduta violenta dos torcedores visitantes.

Arquibancada visitante vazia no Villa Park (Foto: Icon Sport)

Aston Villa repudia Légia Varsóvia

“O Aston Villa pode confirmar que apresentou uma queixa oficial à UEFA sobre a conduta do Legia Warsaw Football Club e o comportamento dos seus adeptos antes do jogo da noite passada da UEFA Europa Conference League, em Villa Park.

Quatro policiais ficaram feridos e 46 torcedores do Legia foram presos após violência sem precedentes por parte dos torcedores poloneses fora do estádio.

Este comportamento chocante seguiu-se à total falta de cooperação dos dirigentes do clube Legia com a Polícia de West Midlands, Aston Villa e UEFA ao longo do dia.

(…)

O Aston Villa fará mais representações junto da UEFA, a fim de garantir que outros clubes e forças policiais em toda a Europa não sejam expostos a riscos de segurança graves semelhantes nas mãos do Legia Varsóvia.

Estamos imensamente gratos à Polícia de West Midlands por manter os nossos adeptos e a nossa comunidade local seguros na noite passada e estamos satisfeitos por também fazerem as suas próprias representações através das autoridades policiais do Reino Unido junto da UEFA”.

O que a Uefa disse

Também através de nota oficial, a Uefa condenou “veementemente a violência inaceitável” protagonizada por torcedores do Légia Varsóvia em Birmingham.

“Estamos no processo de juntar os relatórios oficiais do jogo antes de tomar uma decisão sobre próximos passos. Não temos mais informações ou comentários a fazer”, diz parte do comunicado da entidade.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo