Conference League

Resumão da Conference: KÍ vive nova façanha; Aston Villa, Frankfurt e Fiorentina arrebentam

A terceira rodada da fase de grupos da Conference teve goleadas acachapantes e também o primeiro triunfo do pequenino KÍ nesta etapa

A rodada da Conference League ofereceu uma chuva de gols. Alguns dos representantes das grandes ligas aproveitaram a quinta-feira para amassar seus oponentes. As maiores goleadas foram anotadas por Eintracht Frankfurt e Fiorentina, ambas por 6 a 0. Se os alemães se destacaram por ganhar do HJK Helsinque logo após o título nacional dos finlandeses, os italianos capricharam na quantidade de golaços contra o Cukaricki. Já o Aston Villa merece atenção especial, porque seus 4 a 1 vieram num duelo que se prometia bastante duro contra o AZ, na visita a Alkmaar.

Quem também venceu com folga foi o pequenino KÍ Klaksvík. A primeira vitória de Ilhas Faroe em fases de grupos europeias veio com estilo, nos 3 a 0 sobre o Olimpija Ljubljana. Menção honrosa também ao PAOK, que buscou os 3 a 2 contra o Aberdeen nos 25 minutos finais na Escócia, após estar perdendo por dois gols de diferença. Com a conclusão da terceira rodada, só três times continuam com 100% de aproveitamento, e não são tão óbvios: Fenerbahçe, PAOK e Viktoria Plzen. Abaixo, um resumão do dia na Conference.

Grupo A

A presença do KÍ Klaksvík na Conference League pode soar milagrosa, por toda a epopeia do semiprofissional representante de uma cidade de 5 mil habitantes nas Ilhas Faroe. No entanto, as chances de classificação são reais. Os alviazuis tinham conquistado seu primeiro ponto na rodada anterior, com o empate por 0 a 0 com o Lille. Já nesta quinta, um passeio do KÍ, com os 3 a 0 sobre o Olimpija Ljubljana. Por conta das limitações do estádio em Klaksvík, as partidas na fase de grupos acontecem na capital Tórshavn. Os faroenses resolveram a parada já no primeiro tempo: Rene Joensen abriu o placar aos 30, num carrinho dentro da área, e Páll Klettskaro ampliou aos 44, num belo lance individual com direito a drible de letra dentro da área. No início da segunda etapa, Jakub Andreasen fechou o caixão em cabeçada após escanteio. Destaque também a Árni Frederiksberg, herói da campanha até o momento, que garantiu duas assistências.

Na outra partida da rodada, o Lille fez sua parte na França, mas precisou virar o placar de 2 a 1 contra o Slovan Bratislava. Os eslovacos saíram na frente com Aleksandar Cavric, aos 23 minutos. O empate só veio aos 23 do segundo tempo, com Yusuf Yazici. Rémy Cabella, que já tinha dado a assistência anterior, terminou como salvador ao decretar a virada aos 37. Escorou uma jogadaça de Edon Zhegrova. O Lille chega aos sete pontos no Grupo A, contra seis do Slovan. O KÍ Klaksvík encosta com quatro pontos, enquanto o Olimpija está zerado.

Grupo B

O Grupo B teve apenas uma partida nesta semana. Por causa da guerra na Faixa de Gaza, Maccabi Tel Aviv x Zorya Luhansk acabou adiado para o final de novembro. Assim, o Gent pôde tomar a liderança isolada com uma vitória fácil por 5 a 0 sobre o Breidablik, na Bélgica. O show começou aos dez minutos, num escanteio que Omri Gandelman cumprimentou de cabeça. Cinco minutos depois, Hugo Cuypers fez outro de cabeça. O terceiro já pintou aos 20, de novo com Cuypers, agora numa chicotada de direita. Aos 43, Tarik Tissoudali deixou sua marca num contragolpe em que chamou a zaga para dançar e bateu no canto. Por fim, Gift Orban veio do banco e precisou de 12 minutos em campo para fechar a conta, num chute livre aos 24 da etapa final.

O Gent fica com sete pontos, na primeira colocação do Grupo B. O Zorya Luhansk tem quatro pontos e o Maccabi Tel Aviv soma três. O Breidablik está zerado, ainda em busca do primeiro ponto de um clube islandês em fases de grupos europeias.

Grupo C

O Viktoria Plzen faz uma campanha impecável na Conference até o momento. Os tchecos chegaram aos nove pontos, e com um triunfo difícil, graças ao 1 a 0 sobre o Dinamo Zagreb em pleno Maksimir. Durante o primeiro tempo, os croatas acertaram a trave duas vezes, ambas em tentativas de Marko Bulat. Já o gol decisivo saiu aos 24 da segunda etapa, num pênalti convertido pelo centroavante Tomás Chory.

Abaixo tabela, o Astana se deu melhor no confronto com o Ballkani na visita a Kosovo, com a vitória por 2 a 1. Os cazaques anotaram o primeiro com Kamo Hovhannisyan, graças a uma falha do goleiro aos sete minutos. Os kosovares igualaram logo depois, num estiloso peixinho de Edvin Kuc. Já o triunfo do Astana se confirmou numa cabeçada de Abzal Beysebekov, ainda aos 23 da primeira etapa. O Ballkani pressionou na volta do intervalo, sem sucesso. O Viktoria Plzen lidera com nove pontos. De resto, muito equilíbrio com os três pontos para Dinamo Zagreb, Ballkani e Astana.

Grupo D

O Club Brugge conseguiu dar um passo à frente num dos grupos mais concorridos da Conference. Os belgas visitaram o Lugano e ganharam por 3 a 1 na Suíça. A vantagem se construiu logo cedo, aos 15 minutos, numa cabeçada de Eder Balanta. Andreas Skov Olsen ampliou aos cinco da segunda etapa, num míssil de fora da área. Shkelqim Vladi até tentou recolocar o Lugano no páreo, ao marcar num rebote de Simon Mignolet. Contudo, o ídolo Hans Vanaken concluiu o resultado para o Club Brugge numa cabeçada no final.

Já o Bodo/Glimt conquistou a primeira vitória em grande estilo. O Besiktas não está em fase tão boa quanto os rivais de Istambul e já trocou de técnico. Perdeu por 3 a 1 na Noruega. Albert Gronbaek fez o primeiro dos aurinegros, aos 28, num rebote após grande troca de passes em velocidade. Aos 13 do segundo tempo, Faris Moumbagna anotou outro bonito gol ao limpar a marcação, tabelar e chutar no canto. O terceiro saiu aos 42, com Ulrik Saltnes batendo no alto. O bizarro gol contra de Brede Moe não prejudicou nos acréscimos. O Club Brugge lidera o Grupo D com sete pontos, contra quatro de Bodo/Glimt e quatro de Lugano. O Besiktas tem um.

Grupo E

O grande jogo da rodada na Conference League aconteceu na Holanda. E, apesar do bom momento do AZ pela Eredivisie, o Aston Villa mostrou como seu embalo na Premier League é mais relevante. Os Villans aplicaram uma sonora goleada por 4 a 1 em Alkmaar, com Unai Emery privilegiando sua base titular. Douglas Luiz e Diego Carlos foram os brasileiros no 11 inicial. A velocidade do ataque facilitou o serviço. Leon Bailey abriu o placar aos 13, num chute rasteiro. Youri Tielemans, jogando mais à frente, ampliou aos 23 a partir de uma bola roubada no campo de ataque. O AZ voltou com mudanças para o segundo tempo, mas dois contragolpes permitiram os tentos de Ollie Watkins e John McGinn, antes dos 11 minutos. Ibrahim Sadiq descontou com um bonito tento em chute de primeira, mas que pouco valeu.

Na Bósnia-Herzegovina, o Legia Varsóvia conseguiu uma ótima virada por 2 a 1 contra o Zrinjski Mostar. Nemanja Bilbija deixou os bósnios em vantagem aos 30 minutos, de cabeça, mas Slobodan Jakovljevic marcou contra, dois minutos depois. O gol decisivo dos poloneses pintou aos 17 do segundo tempo, com Blaz Kramer, numa inteligente cabeçada por cobertura. O Zrinjski ainda tentou novo empate, mas teve um tento anulado pelo VAR. Aston Villa e Legia somam seis pontos, com três pontos para Zrinjski e para AZ.

Grupo F

A Fiorentina não teve piedade do Cukaricki. Goleou por 6 a 0 no Artemio Franchi, num jogo em que teve 75% de posse e 23 finalizações. Foram três gols em cada tempo. Lucas Beltrán fez os dois primeiros em dez minutos. O argentino abriu a vitória numa escapada em velocidade nas costas da zaga e assinalou mais um num toque por cobertura de fora da área, com o goleiro perdido no meio do caminho. Mais bonito ainda seria o tento de Jonathan Ikoné, aos 29, num míssil de longe que estalou no travessão e quicou dentro da meta. Aos 20 do segundo tempo, Riccardo Sottil assinou outra pintura, numa falta cobrada no cantinho. Lucas Martínez Quarta fez o mais feio da noite, desviando na risca da pequena área. Até porque Maxime López caprichou para concluir o triunfo, em outro tirambaço que não deu chances de defesa.

O único empate sem gols da rodada aconteceu na Bélgica, onde Genk e Ferencváros ficaram no 0 a 0. Os belgas procuraram bem mais o gol e chegaram a mandar uma bola na trave, mas nada suficiente para alterar o marcador. Fiorentina, Ferencváros e Genk somam cinco pontos, enquanto só o Cukaricki está zerado nesta metade inicial do Grupo F.

Grupo G

O Eintracht Frankfurt vinha de um início de temporada instável, mas conseguiu a terceira vitória consecutiva. O triunfo desta quinta, aliás, respalda o time de Dino Toppmöller: anotaram 6 a 0 sobre o HJK Helsinque, que vinha do título finlandês no final de semana. O show no Deutsche Bank Park se iniciou aos 12, num pênalti convertido por Junior Dina Ebimbe. Robin Koch ampliou aos 27, após escanteio. Omar Marmoush já fez o terceiro aos 30, num rebote que definiu de trivela. O quarto, antes do intervalo, foi cortesia de uma cabeçada do brasileiro Tuta. No segundo tempo, Ellyes Skhiri se encarregou do quinto aos dez, sozinho na área. Eric Ebimbe fechou o caixão aos 44, em mais um passe solto na pequena área. O Frankfurt terminou a noite com 24 finalizações.

O outro jogo da chave também entregou bastante, com a emocionante virada do PAOK na Escócia, ao derrotar o Aberdeen por 3 a 2. Os alvirrubros abriram o placar aos cinco do segundo tempo, com Bojan Miovski definindo na área, e ampliaram aos 13, com Dante Polvara em contragolpe. O PAOK iniciou sua reação aos 28, quando Kiril Despodov descontou num contra-ataque. O veterano Vieirinha deu o empate aos 39, graças a um chute desviado. Por fim, o gol decisivo pintou num pênalti, convertido por Stefan Schwab aos 51. O PAOK é o líder com nove pontos, enquanto o Frankfurt soma seis pontos. Aberdeen e HJK ficam em situação difícil, com um ponto pra cada.

Grupo H

O Fenerbahçe venceu todas as 18 partidas que disputou em 2023/24. E o Ludogorets, que até trocou de técnico, não parecia capaz de impedir os Canários na visita a Istambul. O duelo terminou num 3 a 1 sem muitos problemas para o Fener, apesar do empenho dos búlgaros pela reação. Num time misto, Michy Batshuayi anotou o primeiro ao concluir um contra-ataque aos 42. O segundo veio aos sete do segundo tempo, com Miha Zajc. Um gol contra de Rodrigo Becão até botou fogo na partida aos 20. Porém, Zajc reapareceu para o terceiro, nos acréscimos, depois de uma linda trama dos companheiros na área – em especial do bom Sebastian Szymanski.

Na outra partida, o Nordsjaelland não teve problemas na visita ao Spartak Trnava, com o triunfo por 2 a 0 na Eslováquia. Jonas Jensen-Abbew anotou o primeiro gol aos 36 minutos, numa cabeçada espirrada após escanteio. No início da segunda etapa, Christian Kjelder Rasmussen garantiu o segundo tento, após troca de passes que envolveu a defesa anfitriã. O Fenerbahçe lidera com nove pontos, mas o Nordsjaelland está com seis, na zona de classificação. O Ludogorets soma três pontos e o Spartak Trnava ainda está zerado.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo