Conference League

Resumão da Conference: Viktoria Plzeň deu mais um show e Aston Villa, Fiorentina e Fenerbahçe vão às oitavas

Entre surpresas e certezas, rodada final da Conference League define últimos classificados

Assim como a Liga Europa, a Conference League definiu seus últimos classificados para as oitavas de final nesta quinta-feira (14). Após o término da sexta e última rodada da fase de grupos do torneio, eis os clubes que garantiram vaga: Lille, Maccabi Tel Aviv, Viktoria Plzeň, Club Brugge, Aston Villa, Fiorentina, PAOK e Fenerbahçe.

Já os oito segundos colocados, que vão enfrentar os terceiros da fase de grupos da Liga Europa num play-off eliminatório, são: Slovan Bratislava, Gent, Dinamo Zagreb, Bodø/Glimt, Légia Varsóvia, Ferencvárosi, Eintracht Frankfurt e Ludogorets.

  • Garantidos nas oitavas: Lille, Maccabi Tel Aviv, Viktoria Plzeň, Club Brugge, Aston Villa, Fiorentina, PAOK e Fenerbahçe
  • Disputam a fase de 16 avos (play-off): Slovan Bratislava, Gent, Dinamo Zagreb, Bodø/Glimt, Légia Varsóvia, Ferencváros, Eintracht Frankfurt e Ludogorets.

Abaixo, confira um resumão da sexta rodada da fase de grupos da Conference League:

Grupo A

Antes da bola rolar na sexta e última rodada da fase de grupos da Conference League, Lille e Slovan Bratislava já sabiam que estavam classificados para o mata-mata. Restava saber quem iria direto às oitavas de final. E os franceses levaram a melhor nessa. Venceram o KÍ Klaksvík por 3 a 0 em casa e mantiveram a liderança da chave.

Já a equipe eslovaca sequer fez sua parte e foi derrotada pelos eslovenos do Olimpija Ljubljana (2 a 1). Com isso, permaneceu na segunda colocação e jogará a fase de 16 avos da Conference.

Grupo B

Assim como o Grupo A, o B também já conhecia seus classificados antes mesmo da última rodada. No entanto, o líder da chave foi definido nesta quinta-feira, e em confronto direto. O então líder Gent, da Bélgica, viajou até a Sérvia para encarar o Maccabi Tel-Aviv, segundo colocado. Por conta da guerra entre Hamas x Israel, os israelenses mandaram o jogo na Sérvia, e não é que se sentiram em casa. Venceram por 3 a 1, ‘roubaram’ a ponta da tabela e garantiram ida direta às oitavas.

Na outra partida do grupo, que não valia nada diga-se de passagem, o Zorya passou fácil pelo Breiðablik, da Islândia. A equipe ucraniana, que mandou o jogo na Polônia em virtude da guerra, marcou três gols só no primeiro tempo e fechou a goleada na etapa complementar: 4 a 0.

Grupo C

O Viktoria Plzeň mais uma vez fez bonito, bateu o Astana por 3 a 0 e terminou a fase de grupos com 100% de aproveitamento – inclusive foi o único clube a conseguir isso. Restava o posto de segundo colocado. Derrotado, o Astana nem cheiro de playoffs sentiu.

Coube então ao tradicional Dinamo Zagreb, da Sérvia, garantir a vice-liderança. No Estádio Maksimir (Zagreb), os sérvios também venceram por 3 a 0, mas em um duelo bem mais complicado. A equipe do Kosovo, que ainda tinha chances de classificação, ofereceu resistência, e os três gols só foram sair na segunda metade da etapa complementar.

Grupo D

Tal qual os dois primeiros, o Grupo D já tinha seus classificados ao mata-mata. Club Brugge, da Bélgica, e Bodo/Glimt, da Noruega. Na sexta rodada, os belgas receberam os noruegueses, venceram por 3 a 1 e asseguraram a liderança da chave. No mesmo horário, o Besiktas jogava pela sua honra. O objetivo do clube turco era superar o Lugano na Suíça e, ao menos, deixar a lanterna. Conseguiu. Apesar da forte pressão dos donos da casa, os visitantes souberam suporta-la e triunfaram por 2 a 0.

Grupo E

A missão do Aston Villa era não perder. Líder do Grupo E, o time inglês visitou o Zrinjski Mostar e saiu da Bósnia com um pontinho precioso (1 a 1), suficiente para o manter na liderança da chave. Perseguidor da equipe de Unai Emery, o Légia Varsóvia superou o Alkmaar Zaanstreek por 2 a 0 na Polônia e por pouco não roubou a ponta do Villa que, no fim, somou 13 pontos contra 12 dos poloneses.

Grupo F

No Grupo F, mais emoção. Fiorentina e Ferencváros, líder e vice-líder respectivamente, duelaram em Budapeste, na Hungria. E o 1 a 1 só beneficiou os italianos, que asseguraram a ponta e a vaga direta rumo às oitavas de final. Os húngaros até saíram na frente, no início do segundo tempo, com Kristoffer Zachariassen. Mas a resiliência do time italiano falou mais alto. Luca Ranieri buscou o empate e trouxe alívio a Viola.

O Ferencváros, por sua vez, teve de se contentar com a segunda colocação e o ingresso para a fase de 16 avos. Na outra partida da chave, o Racing Genk não encontrou dificuldades e superou o lanterna e zerado Čukarički Stankom, da Sérvia, por 2 a 0.

Grupo G

Mais tranquilo de toda a Conference, o Grupo G não tinha nada em aberto para a sexta rodada. Tudo já estava definido: PAOK líder e Eintracht Frankfurt vice-líder. Os gregos, no entanto, não quiseram nem saber e emplacaram nova vitória, dessa vez sobre o HJK Helsinki, da Finlândia, por 4 a 2. Já os alemães entraram em campo relaxados e viram o Aberdeen surpreender. 2 a 0 para os escoceses, que conquistaram um honroso terceiro lugar.

Grupo H

O Grupo H talvez tenha sido o mais apertado dessa atual edição de Conference. Na sexta rodada, uma verdadeira reviravolta tomou conta da chave e mudou completamente a configuração da tabela de classificação. O então líder Nordsjaelland, da Dinamarca, sofreu gol no fim diante do Ludogorets, perdeu por 1 a 0 e amargou um terceiro lugar difícil de engolir. Com o triunfo, o time búlgaro foi a 12 pontos, garantiu a vice-liderança e só não alcançou a primeira colocação por conta de um tal de Fenerbahçe.

O gigante turco recebeu o lanterna Spartak Trnava, da Eslováquia, e fez o dever de casa. Com direito a doblete de Edin Džeko, o Fener aplicou uma sonora goleada por 4 a 0 e carimbou passaporte rumo às oitavas.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo