Conference League

O Tre Fiori amplia a sua saga na Conference e registra a segunda classificação de um time samarinês na história das copas europeias

O Tre Fiori já tinha conquistado a primeira vitória de um representante de San Marino como visitante e completou o trabalho diante do Fola Esch

O Tre Fiori tinha feito história há uma semana na Conference League. Com o 1 a 0 sobre o Fola Esch em Luxemburgo, o clube de San Marino garantiu a primeira vitória da história de seu país fora de casa nas competições europeias de clubes. A festa não seria completa, porém, sem a classificação. Pois o Tre Fiori completou a sua saga, ao atropelar os luxemburgueses por 3 a 1 em Serravalle. É apenas a segunda vez que um time samarinês avança uma fase qualificatória nos torneios da Uefa. O pioneirismo tinha sido do próprio Tre Fiori, que despachou o Bala Town na fase inicial da Liga Europa de 2018/19. Também é a primeira vez que uma equipe de San Marino ganha os dois embates de um confronto eliminatório nas copas continentais.

Precisando só de um empate nesta quinta, o Tre Fiori aumentou sua vantagem aos 30 minutos do primeiro tempo, quando Massimo Goh abriu o placar em Serravalle. O Fola Esch empatou sete minutos depois, com Bruno Correia Mendes. Porém, a noite era mesmo dos samarineses. Bojan Gjurchinoski retomou a vantagem antes do intervalo e ele mesmo faria o terceiro na etapa final. Outro protagonista do feito é o técnico Andy Selva, considerado o maior jogador da história da seleção de San Marino, que assumiu recentemente os auriazuis. Torna seu nome ainda maior na realidade modesta do futebol local. As chances de classificação seguem abertas na segunda fase, contra o B36 Tórshavn, de Ilhas Faroe.

Ilhas Faroe, aliás, merece elogios. Foram dois classificados do país à próxima fase. O B36 Tórshavn buscou a virada contra o Borac Banja Luka. Após a derrota por 2 a 0 na Bósnia, os nórdicos ganharam por 3 a 1 em casa. Por fim, foram mais competentes nos pênaltis, para o triunfo por 4 a 3 na marca da cal. Quem também passou foi o Víkingur, repescado da Champions. A equipe tinha uma parada mais fácil contra o Europa, campeão de Gibraltar. Ganhou por 1 a 0 em Tórshavn e emplacou um 2 a 1 no Estádio Victoria. Já a Islândia, precisando melhorar seu ranking, avançou com o Breidablik. O time da capital sobrou contra o UE Santa Coloma, de Andorra. Venceu por 1 a 0 fora e goleou por 4 a 1 na volta em casa.

Gibraltar teve o seu consolo com o St. Joseph’s. A equipe avançou no duelo contra o Larne, da Irlanda do Norte. Após o empate por 0 a 0 no Estádio Victoria, os visitantes ganharam por 1 a 0 no território norte-irlandês, gol de Julian Valarino a dez minutos do fim. E quase o Bruno’s Magpies também passou. Depois que os azarões venceram por 2 a 1 em Gibraltar, o Crusaders deu o troco na Irlanda do Norte. O duelo ia para a prorrogação até os 48 do segundo tempo, quando Billy Burns acertou um chutaço e determinou a classificação dos norte-irlandeses com o triunfo por 3 a 1, frustrando os gibraltarinos. Quem merece menção honrosa ainda é o Drita, de Kosovo. A equipe perdeu por 1 a 0 para o Inter Turku, na visita à Finlândia, e reagiu com os 3 a 0 em Pristina. Arbnor Muja anotou dois gols.

A maior decepção desta primeira fase foi o Dinamo Tbilisi. O tradicional clube da Geórgia acabou eliminado pelo Paide Linnameeskond, time de ascensão recente na Estônia. O Dinamo perdeu em casa por 3 a 2 na ida e conseguiu dar o troco na volta, com os 2 a 1 em território estoniano. Entretanto, nos pênaltis, o Paide venceu por 6 a 5 e avançou. A honra dos georgianos seria preservada pelo Saburtalo Tbilisi, que superou o mais tradicional Partizani, da Albânia. Após a derrota por 1 a 0 em Gori, o Saburtalo venceu por 1 a 0 em Tirana e avançou com os 5 a 4 nos pênaltis.

Presente na última fase de grupos da Conference, o Flora Tallinn foi eliminado pelo SJK, da Finlândia. Os estonianos venceram por 1 a 0 em casa, mas os finlandeses fizeram 3 a 2 em Seinäjoki, com três gols de Jake Jervis. Na prorrogação, Ville Tikkanen determinou a classificação do SJK, fechando o placar em 4 a 2. Outro time que disputou a fase de grupos na Conference passada e não superou a primeira fase foi o Alashkert. Os armênios ganharam do Hamrun Spartans por 1 a 0 em Yerevan, mas acabaram goleados por 4 a 1 na visita a Malta. Foi a primeira classificação do clube maltês numa competição europeia desde a Recopa de 1984/85.

O país mais tradicional nesta primeira fase da Conference era a Polônia. Os dois representantes da Ekstraklasa passaram com facilidade. O Lechia Gdánsk tinha feito 4 a 1 na Akademija Pandev em casa e anotou 2 a 1 na Macedônia do Norte. Já o Pogon Szczecin se valeu dos 4 a 1 na ida, apesar da derrota por 1 a 0 durante a visita ao KR na Islândia. Vale menção também ao Mura, destaque da edição passada da Conference, que superou o Sfîntul Gheorghe, de Moldova. Os eslovenos ganharam as duas partidas por 2 a 1.

Abaixo, todos os resultados da primeira fase da Conference, com os classificados em negrito:

Alashkert (Armênia) x Hamrum Spartans (Malta): 1×0 ida, 1×4 volta
Lechia Gdánsk (Polônia) x Akademija Pandev (Macedônia do Norte): 4×1 ida, 2×2 volta
Inter Turku (Finlândia) x Drita (Kosovo): 1×0 ida, 0x3 volta
Dinamo Tbilisi (Geórgia) x Paide Linnameeskond (Estônia): 2×3 ida, 2×1 volta, 5×6 pênaltis
Panavezys (Lituânia) x Milsami Orhei (Moldova): 0x0 ida, 0x2 volta
Laçi (Albânia) x Iskra (Montenegro) 0x0 ida, 1×0 volta
Gjilani (Kosovo) x Liepaja (Letônia): 1×0 ida, 1×3 volta
Sfîntul Gheorghe (Moldova) x Mura (Eslovênia): 1×2 ida, 1×2 volta
KuPS (Finlândia) x Dila Gori (Geórgia): 2×0 ida, 0x0 volta
Ruzomberok (Eslováquia) x Kauno Zalgiris (Lituânia): 2×0 ida, 0x0 volta
Buducnost (Montenegro) x Llapi (Kosovo): 2×0 ida, 2×2 volta
Gzira United (Malta) x Atlètic Club d’Escaldes (Andorra): 1×1 ida, 1×0 volta
Borac Banja Luka (Bósnia) x B36 Tórshavn (Ilhas Faroe): 2×0 ida, 1×3 volta, 3×4 pênaltis
Olimpija Ljubljana (Eslovênia) x Differdange (Luxemburgo): 1×1 ida, 2×1 volta
St. Joseph’s (Gilbraltar) x Larne (Irlanda do Norte): 0x0 ida, 1×0 volta
Santa Coloma (Amdorra) x Breidablik (Islândia): 0x1 ida, 1×4 volta
DAC Dunajská Streda (Eslováquia) x Cliftonville (Irlanda do Norte): 2×1 ida, 3×0 volta
Víkingur (Ilhas Faroe) x Europa (Luxemburgo): 1×0 ida, 2×1 volta
Bala Town (Gales) x Sligo Rovers (Irlanda): 1×2 ida, 1×0 volta, 3×4 pênaltis
Fola Esch (Luxemburgo) x Tre Fiori (San Marino): 0x1 ida, 1×3 volta
Dinamo Minsk (Belarus) x Decic (Montenegro): 1×1 ida, 2×1 volta
Tre Penne (San Marino) x Tuzla City (Bósnia): 0x2 ida, 0x6 volta
Saburtalo Tbilisi (Geórgia) x Partizani (Albânia): 0x1 ida, 1×0 volta, 5×4 pênaltis
Shkëndija (Macedônia do Norte) x Ararat Yerevan (Armênia): 2×0 ida, 2×2 volta
Floriana (Malta) x Petrocub Hîncesti (Moldova): 0x0 ida, 0x1 volta
Pogon Szczecin (Polônia) x KR (Islândia): 4×1 ida, 0x1 volta
HB (Ilhas Faroe) x Newtown (Gales): 1×0 ida, 1×2 volta, 2×4 pênaltis
Bruno’s Magpies (Gibraltar) x Crusaders (Irlanda do Norte): 2×1 ida, 1×3 volta
Flora (Estônia) x SJK (Finlândia): 1×0 ida, 2×4 volta
Derry City (Irlanda) x Riga (Letônia): 0x2 ida, 0x2 volta

Agora, todos os confrontos da segunda fase da Conference, que acontecem nas duas próximas semanas:

Gżira United (Malta) x Radnički Niš (Sérvia)
Aris (Grécia) x Gomel (Belarus)
Botev Plovdiv (Bulgária) x Apoel (Chipre)
Fehérvár (Hungria) x Gabala (Azerbaijão)
İstanbul Başakşehir (Turquia) x Maccabi Netanya (Israel)
Aris Limassol (Chipre) x Neftçi Baku (Azerbaijão)
Velež Mostar (Bósnia) x Ħamrun Spartans (Malta)
Saburtalo Tbilisi (Geórgia) x FCSB (Romênia)
Makedonija Gjorče Petrov (Macedônia do Norte) x CSKA Sofia (Bulgária)
Hapoel Be’er Sheva (Israel) x Dinamo Minsk (Belarus)
Zira (Azerbaijão) x Maccabi Tel Aviv (Israel)
Vllaznia (Albânia) x Universitatea Craiova (Romênia)
Ararat-Armenia (Armênia) x Paide Linnameeskond (Estônia)
Kairat (Cazaquistão) x Kisvárda (Hungria)
BATE Borisov (Belarus) x Konyaspor (Turquia)
Sepsi Sfântu Gheorghe (Romênia) x Olimpija Ljubljana (Eslovênia)
Kyzylzhar (Cazaquistão) x Osijek (Croácia)
Liepāja (Letônia) x Young Boys (Suíça)
Rapid Viena (Áustria) x Lechia Gdańsk (Polônia)
SJK (Finlândia) x Lillestrøm (Noruega)
Breiðablik (Islândia) x Budućnost Podgorica (Montenegro)
St Patrick’s Athletic (Irlanda) x Mura (Eslovênia)
St Joseph’s (Gibraltar) x Slavia Praga (República Tcheca)
Spartak Trnava (Eslováquia) x Newtown (Gales)
Sūduva (Lituânia) x Viborg (Dinamarca)
Víkingur (Ilhas Faroe) x DAC Dunajská Streda (Eslováquia)
Pogoń Szczecin (Polônia) x Brøndby (Dinamarca)
Tuzla City (Bósnia) x AZ (Países Baixos)
Motherwell (Escócia) x Sligo Rovers (Irlanda)
Molde (Noruega) x Elfsborg (Suécia)
Koper (Eslovênia) x Vaduz (Liechtenstein)
B36 Tórshavn (Ilhas Faroe) x Tre Fiori (San Marino)
Ružomberok (Eslováquia) x Riga (Letônia)
Basel (Suíça) x Crusaders (Irlanda do Norte)
Royal Antuérpia (Bélgica) x Drita (Kosovo)
Petrocub Hîncești (Moldova) x Laçi (Albânia)
Racing Union (Luxemburgo) x Čukarički (Sérvia)
Levski Sofia (Bulgária) x PAOK (Grécia)
Vitória de Guimarães (Portugal) x Puskás Akadémia (Hungria)
Rijeka (Croácia) x Djurgårdens (Suécia)
Vorskla Poltava (Ucrânia) x AIK (Suécia)
Valmiera (Letônia) x Shkëndija (Macedônia do Norte)
Raków Częstochowa (Polônia) x Astana (Cazaquistão)
KuPS (Finlândia) x Milsami Orhei (Moldova)
Sparta Praga (República Tcheca) x Viking (Noruega)

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo