Champions League

Shakhtar vence Royal Antwerp, embola Grupo H e deixa Barcelona x Porto ainda mais decisivo

Sem ser brilhante, Shakhtar Donetsk faz o necessário para conquistar o resultado e buscar a classificação na última rodada

Em um jogo fraco tecnicamente, o Shakhtar Donetsk jogou para o gasto e venceu somente por 1 x 0, o lanterna do Grupo H da Champions League, o Royal Antwerp, em jogo realizado no Volksparkstadion, em Hamburgo, que tem sido a casa dos ucranianos. O gol da partida foi marcado pelo zagueiro Matviyenko, que aproveitou cobrança de falta feita por Zubkov para marcar de cabeça. Com a vitória, o Shakhtar foi aos nove pontos ganhos e jogou uma pressão enorme sobre o Barcelona e o Porto, já que até este momento, os times estão igualados com nove pontos ganhos.

O time do Royal Antwerp ainda tinha um resquício de sonho em disputar a Liga Europa, mas precisava desesperadamente da vitória diante dos ucranianos para concretizar este objetivo. Com a derrota, os belgas seguem sem ter vencido um jogo sequer na competição continental, mas pelo menos mostraram que também sabem competir, tendo feito sua melhor apresentação até o momento na Champions League, apesar da derrota.

Shakhtar encontra gol no começo e administra vantagem

O time ucraniano tentou pressionar nos primeiros minutos de jogo e por pouco não abriu o marcador aos três da primeira etapa. Newerton, joia revelada pelo São Paulo, recebeu pela esquerda, cortou a marcação e bateu bonito de perna direita, à esquerda do goleiro belga Butez. Aos 11, Matviyenko foi mais eficiente que o atacante brasileiro e abriu o marcador em favor do Shakhtar. Após cruzamento da esquerda, em cobrança de falta, o defensor se antecipou na primeira trave e mandou a bola para o fundo do gol do Royal Antwerp.

O gol sofrido não abateu o time do Royal Antwerp, que foi ao ataque e passou a jogar melhor que o time ucraniano. Apostando na velocidade de Kerk pela direita, o time belga criou boa chance após cruzamento rasteiro aos 23 minutos, que encontrou Balikwisha, que acabou travado na hora da finalização. Oito minutos depois, após falha bisonha da defesa do Shakhtar Donetsk, Arbnor Muja saiu cara a cara com o goleiro Riznyk, que fez grande defesa, evitando o gol de empate do time belga.

A equipe ucraniana respondeu aos 35 minutos após boa descida do lateral-direito Gocholeishvili, que infiltrou pela ala e cruzou rasteiro, porém, ninguém do ataque do Shakhtar estava posicionado para mandar a bola para o gol. Em mais uma escapada pela direita, por pouco o Shakhtar não conseguiu marcar seu segundo gol aos 38 da primeira etapa. Após cruzamento, Newerton dominou dentro da pequena área, mas chutou a bola em cima do goleiro Butez, no rebote Sudakov, livre de marcação e com o gol aberto, tocou de cabeça por cima da meta, perdendo chance inacreditável e que poderia ter aumentado a vantagem dos ucranianos ao final do 1º tempo.

Ucranianos colocam duas bolas na trave, mas placar não se altera

Precisando do resultado para ainda sonhar com a possibilidade de jogar a Liga Europa, o Royal Antwerp começou o 2º tempo marcando mais em cima no campo de defesa do Shakhtar e criou boa chance com Janssen, que tocou de cabeça, mas sem muita força, facilitando assim o trabalho do goleiro Riznyk. A pressão dos belgas seguia e aos oito minutos, o mesmo atacante teve mais uma chance após receber dentro da área, tentar o giro e ser travado na hora da finalização.

No primeiro ataque mais perigoso do Shakhtar, Azarov recebeu pela esquerda, armou uma bomba de perna canhota e mandou um balaço no travessão do goleiro Butez, que ainda tocou na bola, mandando a escanteio
Stepanenko, aos 16 minutos, quase marcou um golaço após jogada que começou pelo lado direito e veio parar na entrada da grande área. O volante recebeu a sobra de bola e chutou forte, no travessão de Butez, que mais uma vez desviou de forma providencial para evitar o 2º gol do time ucraniano.

Aos 36 minutos, o Antwerp teve mais outra boa chance para empatar o jogo com Vermeeren, que recebeu da entrada da grande área e chutou forte à direita da meta de Riznyk. Apesar da postura do time belga, que jogou talvez a sua melhor partida nesta fase de grupos da Champions, League, o resultado acabou o mesmo das últimas quatro partidas, a derrota. Com isso, o objetivo de pelo menos disputar a Liga Europa, se classificando em 3º na chave não aconteceu. Com isso, na última rodada, os belgas vão jogar para cumprir tabela frente ao Barcelona em casa, enquanto o Shakhtar decide sua vida na competição diante do Porto.

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo