Uma das grandes surpresas da temporada passada na Champions League, a Atalanta, terá pela frente um duelo muito pesado nas oitavas de final em 2020/21: o Real Madrid. A Dea, que se classificou em um grupo que tinha o Liverpool, Ajax e Midtjylland, vai fazer o primeiro jogo em casa e depois decidir em Madri. O presidente do clube italiano, Antonio Percassi, se disse bastante feliz com o confronto, mesmo com toda dificuldade.

LEIA MAIS: Estes são os confrontos das oitavas de final da Champions League 2020/21

“Eu acho que isso é enorme. Nós iremos enfrentar o maior clube da história do futebol mundial. Será outra grande experiência para nós, estamos muito felizes em jogar outra partida de alto nível”, afirmou o presidente da Atalanta, Antonio Percassi.

“O Real Madrid é um time fantástico, eles são a história do futebol mundial”, disse ainda o dirigente, relatou a SportItalia. “É um grande orgulho para nós avançar à segunda fase da Champions League mais uma vez”.

Para Percassi, o desempenho na temporada passada ajudou a Atalanta a se desenvolver. A equipe chegou às quartas de final, quando foi eliminada de maneira dramática pelo PSG, com dois gols nos minutos finais. Foi novamente bem na Serie A, onde acabou em terceiro lugar, garantindo mais uma participação na Champions League.

“Isso permitiu ao clube crescer e isso é muito importante para nós”, continuou o presidente. “Nós queremos causar uma boa impressão, isso é o principal quando você encontra esses times incríveis”, declarou ainda Percassi. “Nós temos um programa de crescimento gradual, na esperança de ser recompensados com os resultados”.

Na última temporada, a Atalanta enfrentou um adversário espanhol nas oitavas de final e avançou. Só que foi o Valencia, que venceu por 4 a 1 em San Siro, em um jogo visto como um potencial grande espalhador do vírus, e depois venceu por 4 a 3 fora de casa, já sem público. Foi o único confronto da Dea com uma equipe espanhola.

O Real Madrid chega à fase final como primeiro colocado do seu grupo, depois de uma batalha dura pelas vagas com Borussia Mönchengladbach, Shakhtar Donetsk e Internazionale. Os madridistas terminaram na primeira posição, com os alemães em segundo. Por isso, como primeiro colocado do seu grupo, o Real Madrid irá decidir em casa o confronto, algo considerado importante pelos seus dirigentes.

“O mais importante é que estamos em boa forma. Se estamos bem, podemos enfrentar e vencer qualquer um. É claro, historicamente, nós sempre preferimos a segunda partida em casa. Eu estive envolvido em viradas históricas e jogar no seu campo com a sua torcida teve influência. Nós precisamos conquistar um bom resultado na primeira partida e então levar a vantagem para a volta em Madri”, afirmou Emilio Butragueño, diretor de relações institucionais do Real Madrid.