Champions League

Para Messi, Barcelona é mais agressivo com Luis Enrique do que era com Guardiola

Barcelona e Pep Guardiola irão se enfrentar mais uma vez nesta semana, pela Champions League, nesta terça-feira. E, claro, mais uma vez vieram as comparações entre o Barcelona dirigido por ele, entre 2008 e 2012, em relação ao time atual. Lionel Messi, o principal jogador do time nos dois momentos, acredita que o jogo não mudou muito essencialmente, mas que no comando de Luis Enrique, o Barça é mais agressivo.

LEIA TAMBÉM: Este gol de contra-ataque de Carrasco, contra o Málaga, é a síntese do que ele tem jogado

“Na realidade, o sistema do Barcelona é algo que todo mundo sabe”, afirmou Messi. “Eu posso dizer que nós somos um dos poucos clubes que têm isso, mas cada técnico tem coisas diferentes e aplica como acham melhor”, disse o camisa 10. “Nós não notamos grandes mudanças, mas sim, algumas. Com Luis talvez nós sejamos um pouco mais agressivos quando nós atacamos em velocidade, enquanto com Pep nós usávamos menos contra-ataque”, analisou o argentino.

Com Guardiola, muitas vezes o time estava sem um centroavante típico. Apesar de ter Eto’o e Ibrahimovic em parte do tempo, foi com Messi como falso 9 que o Barcelona de Guardiola teve o seu melhor momento. E mesmo com David Villa, um atacante que não tem nada de centroavante e é mais de movimentação. Com Luis Enrique, o time tem dois atacantes de alto nível, velozes e que chutam muito mais a gol: Luis Suárez e Neymar. Os dois, aliás, são artilheiros, o que torna a característica do time mais agressiva – além da mudança em outras posições também.

Messi também comentou a ausência de Andrés Iniesta, um jogador que ajuda a manter a característica de posse de bola, que era tão forte com Guardiola e seria uma arma importante para enfrentar o ex-técnico – que tenta fazer o mesmo no Manchester City. “Ficar sem Andrés é algo que você sempre vai sentir, até onde posso dizer, pelo que ele é como jogador e o que ele cria no campo”, analisou Messi. “Mas nós estamos em boa fase e nós estamos muito confiantes”.

Vale lembrar que o confronto entre Barcelona e Manchester City, há duas semanas, acabou com uma goleada do time de Messi – com direito a três gols do argentino contra o ex-chefe. Desta vez, o confronto é no estádio Etihad, casa do Manchester City. E Guardiola espera que o resultado possa ser diferente. Messi, Neymar e Suárez vão tentar, como fizeram nas duas últimas temporadas, fazer um bom jogo no estádio de Manchester.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo