Champions League

O pulso ainda pulsa: Junior foi o Messias que o Milan precisava para se manter vivo na Champions

Milan arrancou uma vitória histórica contra o Atlético de Madrid com um gol do brasileiro Junior Messias, o seu primeiro pelo clube

Sobreviver. Era esta a missão do Milan nesta rodada da Champions League. Era muito complicado, porque o adversário era o forte Atlético de Madrid, campeão espanhol, no Estádio Wanda Metropolitano. Mesmo assim, os rossoneri conseguiram uma vitória heroica e com um gol especial: Junior Messias, reforço desta temporada e de história incrível. Foi dele o gol da vitória por 1 a 0 em Madri, já nos minutos finais do jogo, que manteve o Milan vivo na disputa por uma vaga nas oitavas de final.

O Atlético de Madrid de Diego Simeone foi a campo com uma formação com três zagueiros e colocando dois alas bem avançados, além dos dois ótimos atacantes Luis Suárez e Antoine Griezmann. O Milan tinha problemas: Fikayo Tomori, Davide Calabria, Ante Rebic, Mike Maignan, Samu Castillejo e Alessandro Plizzari. Rafael Leão foi para o banco, porque não tinha condições de começar a partida.

Com tudo isso, o goleiro romeno Ciprian Tatarusanu precisou fazer uma grande defesa em finalização de Rodrigo de Paul, embora a arbitragem tenha marcado impedimento. O Milan respondeu em uma boa jogada de Brahim Díaz, que terminou em finalização de Theo Hernández, que passou perto. Alexis Saelemaekers também levou perigo e Lemar assustou o Milan em uma finalização.

No segundo tempo, o Milan perdeu o atacante Olivier Giroud, machucado, com suspeita de lesão na coxa. Em seu lugar, foi chamado o veterano Zlatan Ibrahimovic, que começou no banco depois de começar como titular nos dois últimos jogos. Aos 40 anos, ele mostrou que ainda é perigoso com uma linda jogada junto com Junior Messias, mas a finalização ficou com Tiemoué Bakayoko, que acabou desviado por Stefan Savic.

Bakayoko levou perigo em uma cabeçada após cobrança de escanteio. O Milan chegou perto também em um lance que a bola sobrou para Ibrahimovic, dentro da área, e ele finalizou bem para exigir uma grande defesa de Jan Oblak. Depois, ele saiu de novo na cara de Oblak, tentou tirar do goleiro e foi derrubado. Um lance que pareceu pênalti inicialmente, mas a posição do sueco era irregular e o lance foi corretamente anulado.

Junior Messias, do Milan, comemora (AC Milan/reprodução)

Só que a recompensa veio para o valente Milan. Franck Kessié fez a jogada pela esquerda, cruzou alto e Junior Messias, baixinho, entrou pelo meio livre, subiu e tocou de cabeça para marcar 1 a 0 para o Diavolo. Ex-jogador do Crotone, Junior Messias é um caso de história fantástica no futebol, saindo de entregador na Itália a jogador de várzea, de divisões inferiores, da Serie A até chegar ao Milan. Contamos essa história aqui. Foi o primeiro gol dele pelo Milan, no seu terceiro jogo com a camisa rossonera.

Depois do gol, o Milan ainda chegou perto novamente com Ibrahimovic, mas desta vez foi Savic que salvou quase na linha do gol. O Atlético também ameaçou em uma jogada pela direita que terminou em finalização de Matheus Cunha, dentro da área, livre, mas errando o alvo. Ele chegou desequilibrado na bola.

Uma vitória que certamente entra na história do Milan, por tudo que representa. Apesar das possibilidades reduzidas antes do jogo, o Milan segue vivo na Champions League. Em um grupo que o Liverpool domina amplamente – venceu o Porto e chegou a cinco vitória em cinco jogos -, a disputa pela outra vaga está completamente aberta.

O Porto tem cinco pontos e ocupa a segunda posição no momento, com Milan e Atlético de Madrid em seguida com quatro pontos. Na última rodada, o Porto recebe o Atlético de Madrid, enquanto o Milan recebe o Liverpool. Ao Porto, basta vencer para avançar. O Milan precisa que o Porto não vença o Atlético e ele mesmo vença o Liverpool, enquanto o Atlético precisa vencer o Porto e torcer contra o Milan. Será apertado e a disputa pode até ir para o saldo de gols.

Neste momento, o Milan tem um gol a mais de saldo que o Atlético de Madrid – o confronto direto entre os dois está empatado. O Milan não pode empatar em pontos com o Porto, porque perde no confronto direto, ou seja, empatar não será o bastante. Se antes da rodada o Milan estava quase eliminado, agora o time segue vivo. O pulso ainda pulsa.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo