Champions League

Gündogan não deixou barato e culpou companheiro por queda na Champions

Volante alemão criticou postura da equipe após eliminação em casa para o PSG

Gündogan voltou a falar sobre o comportamento de seus companheiros após a eliminação do Barcelona para o PSG, em casa, nas quartas de final da Champions League. Assim como fez na derrota do time catalão por 2 a 1 diante do Real Madrid, em outubro de 2023, o volante alemão não poupou críticas ao time pelas falhas que culminaram nos quatro gols do time francês nesta terça-feira.

Diferente do que aconteceu no ano passado, quando parte do elenco não gostou do que Gündogan teria dito após a derrota no El Classico do ano passado, os companheiros de clube do alemão entenderam os comentários feitos pelo jogador, e reforçaram suas palavras. Segundo apuração feita pelo jornal AS, no vestiário do Barcelona todos entenderam que a equipe deixou escapar uma chance enorme de se classificar para a semifinal da Champions League.

Por que Gündogan voltou a criticar a postura dos jogadores do Barcelona?

  • O time catalão foi derrotado, de virada, pelo placar de 4 a 1, em casa, sendo eliminado nas quartas de final da Champions League;
  • Na ida, disputada em Paris, o Barcelona venceu pelo placar de 3 a 2, e na volta abriu o placar com um gol marcado por Raphinha;
  • Ronald Araújo acabou expulso de campo aos 40 minutos do primeiro tempo após impedir uma ocasião clara de gol, o que mudou o confronto;
  • Gündogan criticou a falta de atenção dos seus companheiros nos gols que culminaram na eliminação da equipe.

Gündogan lamenta falhas e eliminação para o PSG

Em vantagem após ter vencido o jogo da ida em Paris por 3 a 2, o Barcelona saiu na frente do confronto na Catalunha com um gol marcado pelo brasileiro Raphinha, aos 12 minutos do primeiro tempo. Contudo, a expulsão de Ronald Araújo no final da primeira etapa mudou completamente o confronto. Sobre o cartão vermelho, Gündogan afirmou ser complicado comentar sobre o lance, porém, afirmou que faltou maior firmeza na tomada de decisão de seu companheiro.

— É difícil dizer, mas nestes momentos tão importantes você precisa estar seguro se vai disputar a bola. Não sei se ele (Araújo) toca na bola ou não… Eu prefiro conceder um gol ou permitir uma situação de um contra um. Não sei se ele chegaria à bola ou não, mas dê ao goleiro a oportunidade de defender, ou então dê o gol. Ficar com um jogador a menos tão cedo mata a partida –disse Gündogan.

Falhas de posicionamento, falta de controle no jogo e intensidade abaixo da média foram colocadas em pauta por Gündogan após a derrota por 4 a 1. O volante alemão lamentou muito o revés sofrido em casa e a consequente desclassificação na Champions League, reiterando que a vaga na semifinal da competição estava nas mãos do Barcelona, mas que por falhas em momentos importantes, a equipe acabou deixando escapar a classificação.

Além disso, o meia ainda considerou que o Barcelona “entregou” a classificação ao PSG de modo fácil, tendo em vista a vantagem conquistada no primeiro jogo, e o fato da equipe catalã ter saído na frente no jogo de volta.

— Estou decepcionado, muito decepcionado. Estávamos em uma boa posição, após nosso primeiro gol. Estava nas nossas mãos e nós entregamos ao PSG. Entregamos da forma mais fácil — complementou o jogador.

No segundo gol do PSG, marcado por Vitinha, o jogador do time francês teve muita liberdade para chutar de fora da área, e acertar o canto de Ter Stegen. Na visão de Gündogan, faltou intensidade na marcação do português, e quem deveria marcá-lo estava muito longe da jogada no momento da finalização.

— Outro erro. Tem que sair e fechá-lo. Não pode deixá-lo chutar. Ele estava livre. Não é nada que não tenhamos treinado. O jogador mais próximo da bola tem que sair para fechar. Ninguém saiu e, se o fez, foi tarde — complementou Gündogan.

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo