Champions League

Galtier, técnico do PSG: “Se você quer ir longe nesta competição, você tem que vencer os grandes times”

Após ficar em segundo no seu grupo na Champions League, técnico do PSG, Christophe Galtier, parabenizou o seu time e lamentou ter tomado muitos gols na fase de grupos

O Paris Saint-Germain venceu a Juventus for a de casa por 2 a 1 nesta quarta, mas os jogadores pareceram surpresos por não terem ficado em primeiro lugar. O Benfica tirou a diferença de saldo de gols e acabou se classificando no critério seguinte, gols marcados fora de casa. O Benfica venceu o Maccabi Haifa por 6 a 1, com um gol nos acréscimos, e ficou com o primeiro lugar.

“Primeiramente, parabéns ao Benfica. Tenho que parabenizar meu time, meu elenco também. Vencemos a Juventus duas vezes e estávamos rápidos até o minuto 92. Mas se você quer ir longe nesta competição, você tem que vencer os grandes times. Vamos esperar pelo sorteio e ver o que enfrentamos nas oitavas de final”, afirmou o técnico do PSG, Cristophe Galtier.

“Quando estávamos vencendo por 7 a 2 na semana passada, paramos de jogar aos 90 minutos. Concedemos muitos gols durante a fase de grupos de bolas paradas, assim como fizemos novamente contra o Haifa. Se tivéssemos sofrido um bom a menos, teríamos ficado em primeiro”, disse o treinador.

“Nos faltou um pouco de mobilidade no centro do campo. Precisávamos jogar mais rapidamente para impedir de voltar à posição. Quando perdemos Fabián Ruiz no começo do jogo, não tínhamos ninguém mais à frente no campo que poderíamos jogar bolas longas para fazer a transição mais rapidamente”, afirmou ainda o técnico do PSG.

“Eu sabia o que estava acontecendo em Haifa. Fiz duas mudanças porque vi que precisávamos vencer porque o Benfica ficou em vantagem perto dos 60 minutos. Minha comissão técnica me disse isso, então dois ou três minutos antes do fim, sabia que estávamos em primeiro no grupo quando eles estavam vencendo por 5 a 1. Quando os gols saem tão tarde no jogo, é muito difícil mudar a dinâmica”, afirmou Galtier.

Perguntado sobre o PSG ter ficado em segundo lugar no grupo, Kylian Mbappé, autor de um dos gols na vitória do time, não se mostrou preocupado. “Não é um problema”, disse. “O mais importante é vir aqui e vencer e isso não é fácil. Fizemos o trabalho. Infelizmente, não ficamos em primeiro no grupo, mas nós nos classificamos e veremos o que acontece no sorteio”.

Mbappé também foi perguntado sobre o golaço que marcou, dando um lindo drible por baixo das pernas do defensor e finalizando de fora da área. “Estou feliz. Leo me deu uma boa bola. Tentei driblar e funcionou. Olhei para o gol e marquei. Quero que o time vença e isso é o mais importante”, disse o atacante.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo