Champions League

Di María: “Temos que continuar como esta noite para tornar o nosso sonho uma realidade”

Um dos grandes nomes da vitória do PSG sobre o RB Leipzig foi o argentino Ángel Di María. O meio-campista foi autor de um gol e deu passe para outro na vitória por 3 a 0. Campeão da Champions League na temporada 2013/14 pelo Real Madrid, o camisa 11 ressaltou o sonho de fazer história pelo clube de Paris, que chega a uma final inédita. O capitão Thiago Silva ressaltou o mesmo: o desejo de conquistar a taça europeia, que era um objetivo desde que ele foi para a França, em 2012.

[foo_related_posts]

“Nós os devoramos desde o primeiro minuto. Será difícil dormir de agora até a final! Nós trabalhamos duro o jogo todo e nós mostramos que nós merecemos estar aqui. Não importa quem iremos enfrentar: seja Bayern ou Lyon, nós iremos dar tudo de nós”, declarou Di María, eleito o jogador da partida pela Uefa.

“Nós estamos muito felizes. É a primeira vez do clube. Trabalhamos duro e jogamos uma grande partida. Queremos fazer história pelo PSG. Tivemos sucesso esta noite e estamos na final – isso é muito importante. Temos que continuar como esta noite para tornar o nosso sonho uma realidade”, continuou Di María.

Um dos aspectos ressaltados para que o PSG tenha chegado longe é a boa relação entre os jogadores. Algo que o próprio Ander Herrera e o técnico Thomas Tuchel já tinham ressaltado e inclusive elogiado o brasileiro Neymar por isso.

“Nós estamos orgulhosos em chegar à final. Havia muito barulho no vestiário. Nesta noite nós mostramos um esforço realmente coletivo”, afirmou Thilo Kehrer, que foi titular pela lateral direita. “Nos últimos meses, nós fomos capazes de nos juntarmos e gradualmente formar um grupo unido. Levou um tempo, mas nós gastamos mais e mais tempo juntos e nós estamos unidos. Essa e a nossa grande força nesta temporada. Eu não sei se nós estamos prontos para ganhar a Champions League, mas nós queremos o troféu”.

O capitão do time, Thiago Silva, não quis falar sobre o seu futuro. Seu contrato se encerra após esta temporada. Aos 35 anos, prestes a completar 36 em setembro, o zagueiro ainda tem futuro indefinido e não quer tratar dessa questão até o dia da final. Está focado em conseguir fazer aquilo que queria desde que se transferiu do Milan para o PSG, em 2012, quando chegou junto com o atacante Zlatan Ibrahimovic.

“Eu prefiro não falar [sobre o meu futuro], porque isso não irá nos ajudar. Por enquanto, a final será a minha última partida. Eu espero aproveitar ao máximo isso com um último título. Eu vim aqui para isso em 2012”, declarou o zagueiro brasileiro. “Eu já disse muitas vezes que que o que eu quero fazer é terminar aqui. Agora, minha cabeça está calma. Eu sei o que eu posso dar a esse time. Mas meu coração sempre estará aqui, sempre vermelho e azul”.

“Nesta temporada nós tivemos de volta o nosso equilíbrio. Nós jogamos em nossas posições. É o elenco mais forte [que eu conheci], não apenas em campo, mas fora também. Nós temos que continuar com essa mentalidade. Todo mundo irá lembrar o time que venceu a Champions League”.

O técnico Thomas Tuchel fez muitos elogios ao seu time. Explicou que montou um ataque mais leve, com Di María, Neymar e Mbappé para explorar justamente a velocidade dos três. “Eu nunca fiquei relaxado, mas como nós defendemos foi também a coisa mais importante para mim. Nós tivemos uma boa mistura entre determinação, espírito e qualidade”, disse Tuchel.

“Nós nos mantivemos fiéis ao nosso estilo de jogo. Sempre que possível, procuramos controlar os espaços e controlar os contra-ataques deles. Nós usamos a velocidade de Ángel [Di María], Kylian [Mbappé] e Neymar com a bola entre as linhas”.

“Nós não fizemos grandes mudanças táticas. Sim, nós adaptamos a todos os nossos oponentes, mas não muito. Nós temos que mostrar a nossa força, e os jogadores novamente mostraram a sua fome de vencer, trabalhar juntos e sofrer”, explicou Tuchel.

“O futebol é para os torcedores. Nós fazemos tudo isso juntos. Nós podemos realmente sentir que eles estão conosco e que eles estão confiantes em nós. Eu realmente espero que eles possam sentir que esse time é um verdadeiro time”, afirmou o alemão.

A final será no domingo contra o vencedor de Lyon x Bayern de Munique, que jogam nesta quarta-feira, às 16h. A final será também às 16h.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo