Champions League

Com proibição de entrada na Alemanha, Uefa confirma RB Leipzig x Liverpool em Budapeste

A Uefa confirmou neste domingo Budapeste como sede do jogo entre RB Leipzig e Liverpool, partida de ida das oitavas de final da Champions League. Os ingleses não receberam autorização para entrarem na Alemanha e, portanto, não poderiam jogar na Red Bull Arena, em Leipzig. Portanto, o jogo, no dia 16 de fevereiro, será na Puskás Arena.

“A Uefa gostaria de agradecer ao RB Leipzig e ao Liverpool por sua cooperação próxima e assistência em encontrar uma solução à questão na mão, assim como a Federação Húngara de Futebol por seu apoio em concordar em sediar a partida em questão”, diz o comunicado da entidade.

Para que o confronto acontecesse no seu estádio, o RB Leipzig pediu uma autorização especial para o Liverpool entrar na Alemanha, apesar das restrições sanitárias. O pedido não foi atendido pelo governo do país, que preferiu manter as restrições de viagem. O jogo, assim, ficou impossibilidade de acontecer na Red Bull Arena. A Uefa já tinha alertado aos clubes sobre esse risco e que negociassem com seus governos locais.

Entre as possibilidades que a Uefa tinha dado para casos como esse estavam disputar o jogo em campo neutro, inverter a ordem das partidas ou alterar a data do encontro. Em uma possibilidade mais radical, atribuir um W.O. ao time mandante por não encontrar uma saída. Esta, claro, é uma possibilidade nuclear que a Uefa espera não exercer.

O prazo para a definição sobre o caso era esta segunda-feira, dia 8. O Leipzig teria que comunicar o que conseguiu e o que decidiu. Com a definição do local, a preocupação dos dois times passa a ser apenas o jogo no dia 16. Como a Alemanha permite que seus cidadãos retornem ao país mesmo após viagens ao Reino Unido, a partida de volta estaria garantida para Anfield.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo