Champions League

Bellingham sobre ser capitão do Dortmund: “Provavelmente a maior honra da minha carreira”

Aos 19 anos, Bellingham vestiu a braçadeira de capitão do Dortmund, já que os dois capitães do time, Hummels e Reus, ficaram no banco de reservas no duelo com o Chelsea

Um dos pontos curiosos do jogo entre Borussia Dortmund e Chelsea, vencido pelos alemães por 1 a 0, foi o contraste entre os dois capitães dos dois times. De um lado, alguém que está acostumado a liderar: Thiago Silva, 38 anos, experiente, quatro Copas do Mundo, atuando no alto nível há muitos anos. Do outro, um jogador que tem metade da sua idade: Jude Bellingham vestiu a braçadeira nos aurinegros, porque os dois capitães do time, Marco Reus e Mats Hummels, começaram a partida no banco.

Bellingham já foi capitão do time em algumas partidas na Bundesliga, justamente quando os dois jogadores citados estavam ausentes por diferentes motivos. O meio-campista inglês é apontado como um jogador que exerce muita liderança em campo, mesmo sendo incrivelmente jovem. Suas palavras demonstram o quanto o jogador sabe a importância que tem ser um líder.

“É provavelmente a maior honra da minha carreira até hoje: ser o capitão deste clube”, afirmou Bellingham em entrevista à CBDS Sports. “Com Marco e Mats eu tenho verdadeiros exemplos. Quando eu os vejo, sei como me comportar. Aprendi muito com eles”.

“Fiquei surpreso que eles deixaram apenas um jogador, especialmente com Karim. Ele controlou a bola bem e mostrou a habilidade que todos nós conhecemos e vemos no treinamento”, afirmou o jovem meio-campista inglês.

O gol de Karim Adeyemi foi uma demonstração de habilidade e de velocidade e Bellingham foi perguntado quem venceria uma corrida entre ele e Adeyemi. “Karim, provavelmente por uns 30 metros”, admitiu o inglês.

O início de Adeyemi pelo Borussia Dortmund foi um pouco devagar, mas o jogador que veio do Red Bull Salzburg parece ter se adaptado bem ao time após algum tempo. “Se ele está no seu ritmo, é quase imparável”, avaliou Bellingham.

O jogo de volta com o Chelsea na Champions League será no dia 7 de março, em Stamford Bridge. “Definitivamente ainda não acabou, Chelsea virá com muito poder. No segundo jogo, teremos que ser todos capitães”, disse Bellingham.

Jude Bellingham tem contrato com o Dortmund até 2025 e é um dos jogadores mais desejados do mercado. Os clubes ingleses, especialmente, desejam levar o jogador de volta ao país. O Liverpool de Jürgen Klopp é um dos mais interessados, mas ele já recebeu elogios de Pep Guardiola, do Manchester City, e já houve especulações o ligando ao Chelsea.

A excelente Copa do Mundo do meio-campista aumentou ainda mais a atenção que ele recebe. Com tudo isso, tudo indica que haverá uma disputa ferrenha para quem contratará o jogador, possivelmente pagando uma fortuna acima de 100 milhões de euros.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo