Champions League

Arsenal pode ser favorito, mas vai ter trabalho ao reencontrar o Porto nas oitavas da Champions League

Este será o primeiro embate dos gigantes europeus desde a temporada 2009/10, quando os Gunners levaram a melhor também pelas oitavas

Porto e Arsenal vão se enfrentar pelas oitavas de final da Champions League, mas se engana quem pensa que os Gunners são francos favoritos para o confronto. Isso porque, apesar da fase de ouro que vive a equipe comandada por Mikel Arteta, principalmente pelo embalo na Premier League, o time português também está em alta e pode complicar a vida dos adversários.

As equipes se enfrentaram pela primeira vez há 17 anos, pela mesma competição continental, e o retrospecto é ligeiramente favorável aos britânicos: nos seis duelos desde então, todos pela Champions, o Arsenal venceu três, o Porto dois e houve um único empate sem gols, em 2006. 

Este será o primeiro embate dos gigantes europeus desde a temporada 2009/10, que teve o Bayern de Munique como campeão. Naquela ocasião, também pelas oitavas de final, o Arsenal superou uma derrota por 2 a 1 no jogo de ida, goleando o Porto por 5 a 0 no Estádio Emirates. Já nas quartas, diante do Barcelona, os Gunners amargaram uma dura queda.

Porto perseguiu o Barcelona até o fim da fase de grupos

Os Dragões chegam à fase eliminatória da Champions League pela 18ª vez, depois de fazerem uma campanha muito forte no Grupo H. Na vice-liderança da chave, com os mesmos 12 pontos do líder Barcelona, e com melhor saldo de gols, o Porto só perdeu o 1º lugar pela desvantagem no confronto direto com os catalães. Nos dois jogos diante do Barça, o time azul e branco sofreu duas derrotas – 1×0 em casa e 2×1 na Espanha. 

Arsenal liderou de ponta a ponta

Do lado inglês, o Arsenal liderou com tranquilidade de ponta a ponta o Grupo B, com 13 pontos, à frente do PSV (também classificado), Lens e Sevilla. Mesmo que estivesse em uma chave mais fraca do que seu próximo adversário, o clube de Holloway fez boas apresentações na primeira fase, incluindo as goleadas por 4 a 0 sobre o PSV na estreia e por 6 a 0 sobre o Lens.

Porto vai reencontrar “ex” nos Gunners

O embate contra o Arsenal vai promover o reencontro do Porto com o meia português Fábio Vieira, que integra o elenco estrelado dos Gunners desde 2022. Na temporada passada, ele foi vendido ao clube inglês por 40 milhões de euros (cerca de R$ 215 milhões). 

Mikel Arteta tem apostado num misto de jogadores experientes e jovens, além de nomes já consagrados, como o meia Jorginho, a dupla de brasileiros Gabriel Jesus e Gabriel Martinelli no ataque, o alemão Kai Havertz e o inglês Bukayo Saca. 

Neste cenário, Fábio ganhou espaço e está aproveitando o minutos em campo com o time principal, principalmente na Champions. Durante a fase de grupos, Vieira caiu nas graças do treinador espanhol e entrou no segundo tempo em quatro partidas e pode ser uma opção. 

Ataque do Arsenal não perdoa ninguém

Um dos principais reforços do Arsenal para a temporada foi o meia Declan Rice, ex-West Ham, pela “bagatela” de 116 milhões de euros (R$ 625 milhões), o que atesta a capacidade de investimento do clube de Londres. No entanto, Rice chegou apenas para apoiar a já fortíssima linha avançada dos Gunners – o que tem gerado muitos frutos. 

Pela Liga inglesa, o time já conta com 35 gols em 17 rodadas e, na fase de grupos do torneio continental, já balançou as redes 16 vezes em apenas seis partidas.

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo