Europa

Brendan Rodgers é acusado de ‘sexismo casual’

Técnico do Celtic respondeu de forma rude a repórter Jane Lewis da BBC escocesa

Uma situação no mínimo constrangedora e nada agradável se tornou notícia na Europa, principalmente na Escócia nesta segunda-feira. No domingo, o Celtic venceu o Motherwell pelo placar de 3 x 1 pelo Campeonato Escocês. Após o confronto, o técnico dos Bhoys, Brendan Rodgers, ex-treinador do Liverpool, causou polêmica na entrevista coletiva. Em declarações à BBC escocesa, o treinador afirmou:

“Há uma história que está a ser escrita sobre este grupo, mas nós vamos escrever a nossa própria história. Vocês sabem exatamente o que quero dizer”.

A repórter Jane Lewis pediu que o técnico escocês esclarecesse suas observações sobre o jogo. Em uma postura um tanto surpreendente e rude, Brendan Rodgers simplesmente encerrou a entrevista coletiva dizendo:

“Terminamos? Muito bem, linda menina”

A frase dota por Brendan Rodgers não caiu nada bem e ativistas do For Women Scotland acusaram o treinador do Celtic de sexismo casual, nome dado a uma forma normalizada e aceite de discriminação contra as mulheres, especialmente em local de trabalho. Uma porta-voz da associação falou ao Daily Mail criticando a postura do treinador, afirmando que é deprimente que em 2024 ainda haja comentários como este em um ambiente como o futebol, que tem aberto cada vez mais espaço às mulheres.

 “Jane Lewis estava apenas fazendo seu trabalho, tentando obter uma explicação de Brendan Rodgers para seu comentário enigmático. O fato de a atitude adotada ter sido de condescendência é bastante esclarecedor, mas também realmente deprimente em 2024. Pensávamos que os dinossauros estavam extintos”, afirmou a representante da For Women Scotland.

Postura de Brendan Rodgers escancara o sexismo no futebol

Apesar de toda a agenda contra a postura machista dentro do esporte bretão, ao que parece, o mundo ainda não parece preparado para um ambiente plural naquele que é um dos maiores entretenimentos do planeta. Mesmo assim, as mulheres se mantém unidas por um ambiente igualitário, seja dentro ou fora do campo e juntas, lutam para que comentários como o de Brenda Rodgers não sejam encarados como algo normal.

Ora, o treinador do Celtic não recebeu nenhuma autorização em chamar Jane Lewis de linda, o que foi muito mal-encarado pela mídia e pela For Women Scotland, que pede que o treinador peça desculpas em público pelo que proferiu contra a jornalista. Por mais que grande parte do público, principalmente o masculino, considere tal fala como normal, se um “elogio” como esse passar sem o devido pedido de desculpas, pode abrir precedentes para que outros profissionais se sintam no direito de fazer algo parecido, jogando toda a luta das mulheres por um futebol menos machista e mais respeitoso “por água abaixo”.

Toda e qualquer manifestação de cunho sexista deve ser repudiado pelos órgãos de imprensa e pelos responsáveis por parte do futebol. Brendan Rodgers, se tiver o mínimo de bom senso, deve pedir desculpas nos próximos dias, até para que seus próximos passos no Celtic não sejam criticados ou pautados pelos protestos da torcida feminina na Escócia nos jogos seguintes do clube na temporada.

Na segunda colocação do Campeonato Escocês, com  65 pontos, a dois de distância para o Rangers, o Celtic encara o Kilmarnock, em casa, na próxima rodada da competição.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo