Europa

Bojinov diz que Matthäus tinha problemas de comunicação na Bulgária

O atacante Valeri Bojinov afirmou que Lottar Matthäus teve problemas de comunicação enquanto foi o comandante da seleção da Bulgária. Para o atacante, o problema foi crucial.

O alemão, que foi escolhido como treinador em setembro, sendo o primeiro estrangeiro a dirigir o time desde 1966. Ele tinha contrato de um ano e a federação decidiu não renová-lo, depois de apenas três vitórias em 11 jogos – duas delas em amistosos.

O presidente da federação de futebol da Bulgária, Borislav Mihaylov, criticou Matthäus por viver fora do país a maior parte do tempo, dizendo que isso influenciou os resultados e a preparação do time.

Bojinovi, que se desentendeu com Matthäus e ficou fora de diversas convocações, comemorou que o novo treinador seja búlgaro – Mihail Mandanski, que dirigia a seleção sub-21 do país – e poderia se comunicar com os jogadores.

“Foi uma história diferente com Matthäus, era como uma conversa por telefone quebrada”, disse o atacante do Sporting. “Você está falando com um tradutor e você sabe que algumas vezes essa tática leva a problemas. Um não ouvir alguma coisa, outros não entenderam outra coisa… Muito era perdido na tradução”, afirmou Bojinov.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo