Europa

Benfica recusa empréstimo de águia para inauguração de estádio do AEK Atenas

O AEK Atenas aproveitou que a janela de transferências está aberta para buscar um reforço em Portugal, mas encontrou portas fechadas. Ainda bem que o negócio seria só para a inauguração do seu novo estádio, o Agia Sophia, cuja autorização para ser construído foi emitida nesta terça-feira: o clube grego queria pedir emprestada uma das águias que são treinadas para voar no Estádio da Luz.

LEIA MAIS: Supercopa valerá dinheiro aos bombeiros, após Portugal passar pelo maior incêndio da sua história

O escudo do AEK Atenas mostra uma águia com duas cabeças, símbolo do Império Bizantino, e o presidente do clube, Dimitris Melissandis, segundo a imprensa portuguesa, achou que seria uma boa ideia providenciar uma ave – com uma cabeça só, as de duas estão em falta – que fizesse o voo de abertura do novo estádio.

O Benfica, no entanto, não quis abrir mão, nem temporariamente, de um dos seus bichos adestrados porque acredita que a adaptação a um novo estádio poderia ser prejudicial para os seus animais, e recusou o pedido de um dos homens mais ricos da Grécia.

Como o mercado de águias treinadas é restrito na Europa, o AEK Atenas deve procurar a Lazio, que também usa esse expediente e, em caso de nova recusa, ficaria de mãos atadas.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo