Eurocopa FemininaEuropaFutebol feminino

Apesar de gol bizarro da Bélgica, anfitriã Holanda avança às quartas de final

A seleção feminina da Holanda tem pouca experiência em grandes competições. A primeira participação em Copa do Mundo foi na última edição, dois anos atrás, no Canadá, e soma mais duas presenças na Euro, com destaque para o terceiro lugar de 2009. Nesta segunda-feira, fez valer a condição de anfitriã, bateu a Bélgica por 2 a 1 e avançou às quartas de final como líder do grupo. Apesar de ter sofrido um gol bizarro das belgas.

LEIA MAIS:Com tripleta histórica de jogadora do Arsenal, Inglaterra atropela a Escócia: 6 a 0

Aos 14 minutos do segundo tempo, Tessa Wullaert recebeu na intermediária e deu um chutão para cima, com a clara intenção de jogar a bola para dentro da área e ver o que acontecia. Aconteceu um gol: ela voou e caiu bem no ângulo da goleira holandesa, que foi pega de surpresa e nada conseguiu fazer.

 

O destino consertou as coisas porque o segundo gol da Holanda, marcado por Lieke Martens, também contou com uma boa dose de sorte:

 

A Bélgica estreou em grandes competições com uma campanha decente: perdeu por apenas 1 a 0 para a Dinamarca e bateu a Noruega. Acabou eliminada pela derrota para a Holanda, que ganhou as três partidas da fase de grupos e avança ao mata-mata com muito moral.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo