EuropaLa Liga

Na rabeira da tabela, Almería e Granada fizeram o jogo mais louco da rodada de La Liga

Luis Javier Suárez anotou três gols em cinco minutos pelo Almería no primeiro tempo, mas o Granada buscou o empate na segunda etapa mesmo com um pênalti perdido

Almería e Granada não faziam o jogo mais cotado da rodada de La Liga. Muito pelo contrário, pouca gente se prontificaria a ver um duelo entre duas equipes que devem lutar contra o rebaixamento e ocupam as duas últimas posições. Porém, o confronto entre andaluzes proporcionou um verdadeiro jogaço no Estádio del Mediterráneo. O primeiro tempo se encerraria com uma façanha de Luis Javier Suárez pelo Almería, capaz de uma tripleta num intervalo de cinco minutos – com três assistências de Largie Ramazani. Já na segunda etapa, o Granada virou o jogo do avesso e buscou o empate por 3 a 3. Valeu o ingresso, numa tarde de 36 finalizações.

O primeiro tempo teve uma postura muito agressiva do Almería dentro de casa, com o time impulsionado pelo trio de ataque formado por Largie Ramazani, Luis Javier Suárez e Léo Baptistão. O brasileiro chegou a acertar a trave, mas as estrelas foram os companheiros. Antigo ídolo do próprio Granada, Suárez fez os alvirrubros sofrerem com seus três gols a partir dos 41 minutos, todos eles servidos por passes de Ramazani. O primeiro gol veio numa infiltração na área, o segundo completando quase em cima da linha e o terceiro fazendo fila, ao driblar goleiro e zagueiro antes de bater às redes vazias. Com cinco minutos e 23 segundos entre o primeiro e o terceiro gol, foi a tripleta mais rápida de La Liga desde 2016/17.

O Granada começou a reação no segundo tempo. Foram três mudanças na equipe, enquanto Baptistão e Ramazani saíram do outro lado. O goleiro Luis Maximiano, outro ex-jogador do Granada, até pegou um pênalti de Antonio Puertas aos 12 minutos. Porém, Bryan Zaragoza voltou à marca da cal e descontou aos 21. O segundo dos alvirrubros pintou aos 25, quando Ricard Sánchez acertou um lindo chute cruzado que beijou a trave antes de entrar. A situação se tornou ainda pior para o Almería quando Luis Javier Suárez sofreu uma fratura e precisou ser substituído. Logo depois, aos 41, o empate se consumou. Myrto Uzuni escapou em velocidade e definiu na gaveta.

Na reta final, os dois times ainda lamentariam o triunfo que escapou. O Almería poderia ter retomado a vantagem aos 51, num tiro de longe de Sergio Arribas que bateu no pé da trave. Pois o Granada também carimbou o poste aos 56, num arremate de Álvaro Fernández. O duelo equilibrado terminou com 19 finalizações do Granada e 17 do Almería.

Os dois últimos na tabela

Curiosamente, Granada e Almería ocupam os dois últimos lugares de La Liga. O lanterna é o Almería, com apenas três pontos em oito rodadas. A equipe ainda não venceu na campanha, e até por isso sente mais a chance desperdiçada em casa neste domingo. Já o Granada aparece logo acima, com cinco pontos e só um triunfo em toda a campanha. Está na zona de rebaixamento por causa dos critérios de desempate.

Em comum, os dois times ainda têm as piores defesas do campeonato, com 21 gols sofridos por cada. E os ataques estão entre os mais positivos de La Liga. O Granada anotou 13 gols, só menos que cinco times no topo da tabela. Já o Almería têm 11 gols anotados, o oitavo melhor da competição. Nada suficiente para abrandar os problemas causados pelas defesas.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo