Europa

Aberdeen achou um ótimo jeito de vencer o clássico: Com golaço de falta aos 45 do 2° tempo

Não chega a ser uma Old Firm. Ainda assim, Aberdeen e Rangers protagonizam uma das maiores rivalidades do futebol escocês. As animosidades aumentaram na década de 1970, quando os Dons passaram a competir pelos títulos nacionais, e resultou em algumas confusões entre as torcidas. Já neste domingo, o clássico voltou a ser disputado pela primeira vez após quatro anos. E contou com um desfecho épico no Estádio Pittodrie: com um golaço aos 45 do segundo tempo, o Aberdeen venceu por 2 a 1.

Ainda sem engrenar na volta à primeira divisão, o Rangers saiu em desvantagem no placar, mas buscou o empate. Jonathan Hayes abriu a contagem e Andrew Halliday deixou tudo igual cobrando pênalti, a dez minutos do fim. Isso até James Maddison brilhar. O inglês saiu do banco de reservas e resolveu o clássico com uma pintura. Cobrança perfeita de falta, no ângulo de Wesley Foderingham. A vibração nas arquibancadas dimensiona bem o peso da vitória.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo