Estados Unidos

USA at Concachampions

Conquistar a América é o desejo de muitos brasileiros, e o Internacional de Porto Alegre está bem perto de conseguir isso mais uma vez. Mas nesta terça-feira, todas as atenções estarão voltadas para a outra parte da América, visto que começa a fase de grupos do torneio que possibilita aos clubes da América do Norte, Central e Caribe alcançarem esse objetivo.

A fase de grupos da Concachampions, como a competição ficou conhecida, conta com 16 clubes de toda a área regida pela Concacaf. Os grupos são os seguintes:

Grupo A: Real Salt Lake, Árabe Unido (Panamá), Cruz Azul (México), Toronto FC.

Grupo B: Columbus Crew, Municipal (Guatemala), Santos Laguna (México), Joe Public (Trinidad & Tobago).

Grupo C: Monterrey (México), Saprissa (Costa Rica), Seattle Sounders, Marathón (Honduras).

Grupo D: Toluca (México), Olímpia (Honduras), Puerto Rico Islanders (Porto Rico), FAS (El Salvador).

Confira abaixo um pequeno preview sobre os times da MLS que estarão na disputa pelo troféu e pela vaga no Mundial de Clubes de 2011.

Columbus Crew

Estádio: Colmubus Crew Stadium (20.455 lugares, grama natural).
Site oficial: www.thecrew.com
Principal jogador: Guillermo Barros Schelotto (m)
Técnico: Robert Warzycha (Polônia)
Como conseguiu a vaga: Campeão da temporada regular da MLS em 2009.
Recorde atual na MLS 2010: 1º no Leste, 37 pontos, 11-5-4.
Melhor participação na CCL: 2009/10 (Eliminado pelo Toluca nas quartas, 2-2 e 2-3)
Time-base: Hesmer, Hedjuk, Marshall, Iro, Francis; Gaven, Moffat, Carroll, Ekpo; Schelotto; Rentería.
Substitutos importantes: Padula (d), Rogers (m), Lenhart (a).

Durante essa temporada da MLS, o Columbus Crew usou apenas duas formações e o 4-4-1-1 foi a escolha de Robert Warzycha em 19 dos 20 jogos. O argentino habilidoso e veterano Guillermo Schelotto é a principal arma do time, já que todo toque que ele dá na bola transforma a jogada. Outra arma bastante explorada é a as descidas pelos lados, já que o quadro de wingers do time apóia com bastante qualidade e aproveita as boas jogadas começadas por Schelotto.

Real Salt Lake

Estádio: Rio Tinto Stadium (20.008 lugares, grama natural).
Site oficial: www.realsaltlake.com
Principal jogador: Javier Morales (m)
Técnico: Jason Kreis (EUA)
Como conseguiu a vaga: Campeão da MLS Cup 2009.
Recorde atual na MLS 2010: 2º no Oeste, 39 pontos, 11-4-6
Melhor participação na CCL: Primeira participação.
Time-base: Rimando, Russell, Olave, Borchers, Wingert; Beckerman; Williams, Morales, Johnson; Findley, Saborio.
Substitutos importantes: Reynish (g), Gonzalez (m), Espindola (a).

Os atuais campeões da MLS vem com tudo para a CCL e já deixaram avisado que não vão deixar a liga em segundo plano como o que o Galaxy fez. Todas as jogadas de ataque do time vinho tinto passam pelo maestro Javier Morales, considerado por muitos como um dos melhores jogadores dessa temporada da liga americana, e encontram um ataque rápido formado por Robbie Findley, Álvaro Saborio e Fabian Espindola.

Seattle Sounders

Estádio: Qwest Field (35.700 lugares, grama artificial)
Site oficial: www.soundersfc.com
Principal jogador: Fredy Montero (a)
Técnico: Sigi Schmidt (Alemanha)
Como conseguiu a vaga: Campeão da US Open Cup 2009.
Recorde atual na MLS 2010: 4º no Oeste, 29 pontos, 8-8-5
Melhor participação na CCL: Primeira participação.
Time-base: Keller, Riley, Parke, Ianni, González; Nyassi, Sturgis, Alonso, Fernandez; Montero, N’kufo.
Substitutos importantes: Zakuani (m), Levesque (a), Jaqua (a).

Quem não acompanha o futebol americano, poderia achar que a saída de Freddie Ljungberg pararia o Seattle, mas não foi isso que aconteceu. A boa fase de Fredy Montero e a chegada de Álvaro Fernandez e Blaise N’kufo (que estiveram na África do Sul por Uruguai e Suíça, respectivamente) moveram muito bem o time do alemão Sigi Schmidt. E o time ainda pode confiar na liderança do goleiro veterano Kasey Keller, que durante muito tempo foi o titular das metas da seleção americana.

Toronto FC

Estádio: BMO Field (22.000 lugares, grama natural)
Site oficial: www.torontofc.ca
Principal jogador: Dwayne DeRosario (m/a)
Técnico: Preki (EUA)
Como conseguiu a vaga: Campeão do Canadian Championship 2010.
Recorde atual na MLS 2010: 3º no Leste, 26 pontos, 7-7-5.
Melhor participação na CCL: 2009-10 (Eliminado na fase preliminar pelo Puerto Rico Islanders, 0-1 e 0-0).
Time-base: Frei, Usanov, Attakora, Cann, Garcia; Peterson, DeRosario, de Guzman, LaBrocca; Mista, Barrett.
Substitutos importantes: Gargan (d), Ibrahim (m), Maicon Santos (a).

Preki, aquele mesmo da Copa de 94, traz um time com bastante rotação no meio de campo, dificilmente repetindo uma escalação duas vezes, mas sempre com bastante consistência, geralmente localizada no volante de Guzman e no armador DeRosario, capitão e ídolo da torcida. Só que hoje, os Reds devem agradecer ao goleiro Stefan Frei pela boa fase vivida na temporada, já que o suíço vem fechando o gol e garantindo pontos importantes tanto na MLS quanto na fase preliminar da CCL.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo