Estados Unidos

Três é demais

Philadelphia, 10 de abril de 2010. É a primeira vez que o Union tem o mando de campo em jogo da MLS e recebe o DC United, time com o qual já foi criada uma rivalidade antes mesmo do time da Pensilvânia existir. Cenário perfeito para nascer o primeiro ídolo dos Sons of Ben (torcida organizada do Union). E o meia-atacante francês Sébastien Le Toux estava lá para ocupar esse local.

Logo aos 3 minutos de partida, o francês apareceu na área para cabecear um cruzamento de Roger Torres e marcar o primeiro gol da história do Philadelphia Union na MLS. Em um contra-ataque no final do primeiro tempo, Le Toux recebeu um lançamento perfeito de Alejandro Moreno e bateu dois defensores do United na corrida antes de bater sem chances para Troy Perkins. Até aí, Union 2-0 United e jogo parecia que seria dominado pelo Philadelphia na segunda etapa.

Mas logo no início do 2º tempo, Santino Quaranta aproveitou uma saída de bola errada dos Zolos e diminuiu para o time da capital. Alguns minutos depois, o goleiro Chris Seitz se atrapalhou em uma reposição de bola, deixando a bola livre para Jaime Moreno empatar o jogo.

Aí parecia que o jogo estava mais para o lado do DCU, mas aos 34 minutos do 2º tempo, Jakubovic fez falta grave, impedindo que um jogador do Union chegasse à frente do goleiro Perkins, e foi expulso. E na cobrança estava Le Toux, que executou perfeitamente e garantiu seu hat-trick em uma tarde inesquecível para os fãs de futebol residentes em Philadelphia, que viram a volta do profissionalismo à cidade depois de 30 anos.

Em New England

Foxborough, 10 de abril de 2009. É a primeira vez que o New England Revolution joga ao lado de sua torcida na temporada. Quase 13 mil torcedores viram o Toronto sair na frente com um gol de cabeça do novo capitão Dwayne De Rosario e assim terminou o primeiro tempo, com vantagem do time canadense.

Mas no segundo tempo, quem estava no Gillete Stadium, por alguns minutos deixou de sentir a falta de Taylor Twellman, atacante ícone da história recente dos Revs. O jovem Zach Schilawski, escolhido no recrutamento deste ano, marcou um hat-trick em 17 minutos para dar uma boa vantagem para o time da Nova Inglaterra.

O jovem começou a mostrar aos torcedores dos Revs o potencial que demonstrou ter durante os quatro anos em que jogou pela Wake Forest, universidade que disputa a 1ª divisão do futebol da NCAA. Schilawski marcou 40 gols e deu 20 assistências, incluindo o gol que deu a College Cup a Wake Forest em 2007.

Com a ótima presença de área mostrada em dois dos três gols, o novato espera ajudar os Revs a suprir a ausência de Twellman, que não joga regularmente desde 2008, sendo que era uma das peças fundamentais do esquema do técnico escocês Steve Nichol, que conquistou quatro vices da MLS Cup desde que chegou ao Revolution, em 2002.

Debaixo das traves

Os goleiros da MLS não tiveram um bom final de semana. Além do lance já comentado acima de Chris Seitz, do Philadelphia, vários companheiros de posição do jovem falharam. Bouna Condoul, do New York Red Bulls, nunca foi um goleiro realmente confiável, mas começou muito bem a temporada, conseguindo dois shutouts. Depois de um chute de Jesus Padilla, do Chivas, acertar a trave, Condoul, que já estava batido no lance, acabou voltando e botando a bola pro fundo da rede.

O veterano Pat Onstad, considerado por muitos um dos melhores goleiros da liga, sofreu um gol depois de chute quase sem ângulo de Edson Buddle, atacante do Los Angeles, na derrota do Houston para o Galaxy por 2-0. Outro que também não teve um final de semana bom foi Matt Pickens, goleiro do Colorado Rapids, que tentou antecipar uma cobrança de falta e ficou no meio do caminho vendo Kei Kamara marcar o gol da vitória do Kansas City sobre o Colorado.

Voltando ao lance de Chris Seitz contra o DC United, o diretor de arbitragem da US Soccer, Paul Tamberino, disse em uma entrevista ao site da MLS que o atacante Jaime Moreno deveria ser punido com falta e cartão amarelo por impedir a ação do ex-goleiro da seleções americanas de base. Para quem quiser tirar sua conclusão sobre o lance, pode vê-lo aqui: http://www.youtube.com/watch?v=hYJdQcJDVAM

O Fantasma de Colorado

No empate entre Colorado Rapids e Chicago Fire na 2ª semana da liga, ocorreu um lance no mínimo bizarro. Quando o jogo estava 2-1 para o time da casa, Patrick Nyarko, winger do Fire, entrou na área adversária e quando um defensor do Rapids se aproximou dele, ele tropeçou no ar e juiz entrou na dele, marcando um pênalti para o time de Chicago, que foi convertido por Brian McBride para decretar o placar final.

O lance pode ser visto a partir da marca de 3:50 do vídeo a seguir: http://www.youtube.com/watch?v=obGo28RSlGU

Resultados da 3ª semana

Chivas USA 2-0 New York Red Bulls

CHI: Bouna Coundoul (contra, 47’), Jesus Padilla (90’).

Philadelphia Union 3-2 DC United

PHI: Sébastien Le Toux (3’, 40’, 80’) / DCU: Santino Quaranta (63’), Jaime Moreno (70’).

Real Salt Lake 2-2 Seattle Sounders

RSL: Will Johnson (53’), Alvaro Saborio (90’) / SEA: Steve Zakuani (12’), Nate Borchers (contra, 72’).

New England Revolution 4-1 Toronto FC

NE: Zach Schilawski (47’, 51’, 58’), Sainey Nyassi (66’) / TOR: Dwayne De Rosario (28’).

Chicago Fire 1-2 San Jose Earthquakes

CHI: Marco Pappa (52’) / SJ: Arturo Alvarez (49’), Ike Opara (81’).

FC Dallas 2-2 Columbus Crew

DAL: Jeff Cuningham (29’), Eric Avila (90’) / COL: Adam Moffat (52’), Gullermo Barros Schelotto (82’).

Houston Dynamo 0-2 Los Angeles Galaxy

LA: Edson Buddle (27’, 45’).

Kansas City Wizards 1-0 Colorado Rapids

KC: Kei Kamara (48’)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo