Estados Unidos

Quebrando o ritmo

Quando Eduardo da Silva, brasileiro naturalizado croata, teve sua fíbula quebrada e o tornozelo deslocado em uma entrada terrível do zagueiro Martin Taylor, muitas pessoas em todo mundo começaram a se questionar sobre tempo de punição. Enquanto vários pensaram em punições leves ou do mesmo tempo que o croata ficaria fora, o técnico Arsene Wenger chegou a pedir que Taylor fosse banido do futebol. No fim, Taylor ficou apenas três partidas fora.

Você pode pensar o que isso tem a ver com o futebol nos Estados Unidos, mas nos últimos dias, a MLS vem tendo que pensar muito sobre esse assunto, devido a entradas fortes que causaram sérias lesões em dois dos melhores jogadores da liga em um intervalo de apenas duas semanas.

Primeiro, no dia 22 de abril, logo no início da partida entre Colorado Rapids e Seattle Sounders, após uma suposta falta não marcada, Brian Mullan deu uma entrada extremamente violenta em Steve Zakuani, um dos melhores meias abertos da MLS nesta temporada (vídeo aqui). A entrada desnecessária e fora do tempo de bola fez com que Zakuani fraturasse a tíbia e a fíbula. O congolês passou por cirurgia na mesma noite e deve ficar sem jogar competitivamente pelo resto do ano.

Como punição, Mullan recebeu o cartão vermelho instantaneamente e sem ter recebido um amarelo antes. Um ponto a ser destacado é o que Taylor Twellman, antigo jogador da MLS e analista da ESPN e da Comcast Sports Network Philadelphia, disse que recebeu mensagens de jogadores da liga dizendo que Mullan já poderia ter quebrado mais pernas com seus carrinhos. Após revisão do lance, a MLS suspendeu o meia do Colorado por mais nove jogos e lhe deu uma multa de 5000 dólares.

No último final de semana, o Real Salt Lake enfrentava o Chivas USA e os californianos já estavam com um a menos quando o meia argentino Marcos Mondaini deu uma entrada totalmente imprudente em seu compatriota Javier Morales (vídeo aqui: http://www.youtube.com/watch?v=_ZlEDCH0MI0). Sem chance alguma de encostar na bola, Mondaini acabou causando fratura e deslocação do tornozelo esquerdo de Morales. O meia do Real Salt Lake foi submetido a uma cirurgia e ficará de fora dos gramados por quatro meses.

Ainda nesta semana, a MLS deve divulgar sua reação sobre a entrada de Mondaini e indicar uma possível suspensão. O meia tomou o 2º cartão amarelo no lance e já ficará de fora do próximo jogo dos Goats. Mas deve receber uma suspensão de uns 5 ou 6 jogos além da suspensão automática, além de uma multa.

Considerando que Zakuani e Morales são dois dos melhores jogadores da liga e David Ferreira, atual MVP da liga, e Branko Boskovic, jogador designado do DC United, sofreram problemas parecidos devido a entradas fortes, a MLS tem que tomar mais precauções e dar suspensões mais firmes em casos semelhantes aos que vem acontecido. Caso contrário, a liga continuará perdendo seus melhores jogadores por um grande tempo. Será que vamos ter que esperar um jogador como Henry, Beckham ou Donovan sofram uma lesão desse tipo para que a MLS realmente tome uma ação decente? Tomara que não.

Confira os resultados da 8ª semana da MLS:

DC United 2×1 Seattle Sounders
DC: Josh Wolff (31’), Charlie Davies (52’) / SEA: Brad Evans (70’)

Houston Dynamo 1×2 Colorado Rapids
HOU: Colin Clark (71’) / COL: Jamie Smith (74’), Scott Palguta (84’)

Portland Timbers 1×0 Philadelphia Union
POR: Mamadou Danso (72’)

Real Salt Lake 1×0 Chivas USA
RSL: Will Johnson (87’)

Toronto 2×1 Houston Dynamo
TFC: João Plata (50’), Maicon Santos (81’) / HOU: Lovel Palmer (87’)

DC United 0x0 Dallas

Columbus Crew 1×1 Seattle Sounders
CLB: Edgar Rentería (67’) / SEA: Fredy Montero (7’)

New England Revolution 0x0 Colorado Rapids

Chicago Fire 0x0 Vancouver Whitecaps

Los Angeles Galaxy 1×1 New York Red Bulls
LA: Landon Donovan (41’) / NY: Thierry Henry (4’)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo