Estados Unidos

Operação de emergência

Os Estados Unidos perderam a final da Copa Ouro no sábado para o México após estar vencendo a partida por 2 a 0 e o placar deve-se a inabilidade norte-americana de controlar os atacantes mexicanos. Mas esse não foi o acontecimento futebolístico mais comentado durante o final de semana nos EUA.

No sábado, o Los Angeles Galaxy, sem Beckham e Donovan, foi até San Jose para um clássico californiano contra o Earthquakes, que estava sem Chris Wondolowski. Mesmo com os desfalques, a partida tinha tudo para ser boa e inclusive era o jogo da semana de um dos canais que transmitem a MLS no próprio país.

O jogo corria normalmente, até que aos 23 minutos, Donovan Ricketts, goleiro do Galaxy que fazia sua primeira partida após voltar da Copa Ouro, saiu para afastar uma bola após cruzamento, trombou com Khari Stephenson, do SJ, e caiu forte no chão, já reclamando de uma lesão no ombro. Ricketts não conseguiu continuar e Josh Saunders, seu reserva, foi colocado no jogo por Bruce Arena.

Com Saunders no gol veio o lance que mudou o jogo completamente. O goleiro recebeu um recuo e demorou a pegar a bola e Steven Lenhart, atacante do San Jose, veio para cima. Saunders pegou a bola e se preparava para lançá-la, quando Lenhart passou por ele e cabeceou a bola, que caiu e foi recuperada pelo goleiro, que deu uma cotovelada no atacante. No lance, Saunders foi expulso e Lenhart tomou cartão amarelo.

Com seus dois goleiros fora do jogo, Bruce Arena se viu obrigado a mandar o atacante Mike Magee para debaixo das traves. E restando alguns minutos do primeiro tempo e toda a segunda etapa pela frente, parecia que o Earthquakes teria uma missão fácil contra o Galaxy, que já estava sem seus dois principais jogadores e piorou sua situação sendo reduzido a 10 jogadores e um atacante no gol.

Mas o que se viu foi exatamente o contrário. O Earthquakes foi extremamente burocrático e não atacou o suficiente, até bem menos do que foi para frente quando Ricketts ainda estava em campo e foi forçado a fazer boas defesas. Enquanto isso, o Galaxy se defendeu do jeito que deu, tentando proteger o atacante que tinha ido para o gol.

Mesmo assim, Magee foi forçado a trabalhar. Segundo os dados fornecidos pela Opta Sports à MLS, o atacante fez quatro defesas e duas afastadas. Uma dessas quatro foi extremamente importante para manter o resultado positivo para os visitantes. Faltando dois minutos para o fim da partida, uma sobra de bola deixou Lenhart na cara de Magee e o goleiro impovisado conseguiu bloquear o chute do atacante.

Para o Galaxy, sair de San Jose com um ponto foi ótimo. Brian Perk, 3º goleiro, será o titular contra o Seattle na próxima rodada da MLS (Os Rave Greens agradecem). Do lado dos donos da casa, deu pra ver que o ataque sente a falta de Wondolowski e que o time agradecerá muito o final da Copa Ouro.

Para Magee, fica a marca de ser o único “goleiro” da MLS a não tomar gol na temporada 2011. E dizem as más línguas que Hans Backe, treinador do New York, já entrou em contato com o atacante, dado as bizarrices que seus goleiros vêm fazendo.

Confira os resultados da 15ª semana da MLS

Philadelphia Union 0x0 Sporting Kansas City
Chicago Fire 0x0 Real Salt Lake

Seattle Sounders 4×2 New York Red Bulls

SEA: Erik Friberg (11’), Osvaldo Alonso (12’), Roger Levesque (67’, 78’) / NY: Dane Richards (31’), Zach Scott (contra, 58’)

San Jose Earthquakes 0x0 Los Angeles Galaxy

DC United 2×2 Houston Dynamo

DC: Chris Pontius (31’), Charlie Davies (73’) / HOU: Brad Davis (41’), Brian Ching (89’)

Real Salt Lake 3×1 Toronto FC

RSL: Nat Borchers (39’), Alvaro Saborío (42’, 60’) / TFC: Maicon Santos (66’)

Philadelphia Union 3×2 Chivas USA

PHI: Veljko Paunovic (48’), Carlos Ruiz (69’), Danny Mwanga (82’) / CHV: Michael Umaña (28’), Justin Braun (77’)

Sporting Kansas City 2×1 Vancouver Whitecaps

SKC: Omar Bravo (33’), Julio Cesar (40’) / VAN: Camilo (15’)

FC Dallas 4×0 Portland Timbers

DAL: Zach Loyd (34’, 39’), Brek Shea (58’), Ruben Luna (87’)

Chicago Fire 1×1 New York Red Bulls

CHI: Marco Pappa (58’) / NY: Joel Lindpere (40’)

Seattle Sounders 2×1 New England Revolution

SEA: Tyson Wahl (34’), Alvaro Fernandez (40’) / NE: Sainey Nyassi (3’)

Columbus Crew 4×1 Colorado Rapids

CLB: Eddie Gaven (12’), Andres Mendoza (18’, 48’), Tom Heinemann (57’) / COL: Conor Casey (5’)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo