Estados Unidos

O número um!

O KC Wizards, pela primeira vez em sua história, tinha a chance de escolher o jogador número 1 no Super Draft da MLS, que foi realizado em Baltimore no último dia 18 de janeiro. E, com a saída de Nick Garcia (justamente em troca da possibilidade de fazer a primeira escolha), a escolha de Chance Myers como número 1 não foi surpresa.

Assim, Chance Myers, defensor da UCLA, tornou-se o 13º jogador a ser escolhido como número 1 no Super Draft da MLS. E o jovem californiano de 20 anos não chega apenas para compor elenco. Segundo o técnico dos Wizards, Curt Onalfo, a idéia é poder utilizar o garoto desde o começo, caso ele se mostre preparado para a tarefa. Se a comissão técnica entender que Myers ainda precisa ganhar experiência, vão acompanhar sua evolução para que nenhuma etapa seja queimada. Myers, claro, diz que está pronto e ansioso para jogar.

Veremos, portanto, como se sairá o número 1 na temporada de 2008. Se utilizarmos como base o número 1 de 2007, o atacante Maurice Edu do Toronto FC, a escolha foi acertada e ajudou a equipe com seus gols.

Os números 2, 3, 4…

Estes foram os demais jogadores escolhidos na primeira rodada do Super Draft. O favorito nas apostas para ser o número 1, o atacante ganês Patrick Nyarko, ficou apenas na 7ª posição:

2. Brek Shea, meio-campo (seleção sub-17 dos EUA), escolhido pelo FC Dallas;
3. Anthony Beltran, meio-campo (UCLA), escolhido pelo Real Salt Lake;
4. Sean Franklin, meio-campo (Califórnia State Northridge), escolhido pelo LA Galaxy;
5. Ciaran O’Brien, meio-campo (Califórnia, Santa Barbara), escolhido pelo Colorado Rapids;
6. Andy Iro, defensor (Califórnia, Santa Barbara), escolhido pelo Columbus Crew;
7. Patrick Nyarko, atacante (Virginia Tech), escolhido pelo Chicago Fire;
8. Josh Lambo, goleiro (seleção sub-17 dos EUA), escolhido pelo FC Dallas;
9. Julius James, defensor (Connecticut), escolhido pelo Toronto FC;
10. Pat Phelan, meio-campo (Wake Forest), escolhido pelo Toronto FC;
11. Roger Espinoza, meio-campo (Ohio State), escolhido pelo KC Wizards;
12. Dominic Cervi, goleiro (Tulsa), escolhido pelo Chicago Fire;
13. Rob Valentino, defensor (San Francisco), escolhido pelo NE Revolution;
14. David Horst, defensor (Old Dominion), escolhido pelo Real Salt Lake.

Importante ressaltar que as equipes que não participaram da primeira rodada foram as que negociaram suas posições no Super Draft.

O maior artilheiro

A seleção dos Estados Unidos jogou no último dia 19 de janeiro um amistoso contra a Suécia no Home Depot Center, na Califórnia. A boa vitória de 2×0 não seria considerada nada de extraordinária (apesar da vitória sobre uma das seleções mais tradicionais da Europa), não fosse o gol marcado por Landon Donovan.

Aos 3 minutos do segundo tempo, o gol de pênalti marcado por Donovan o colocou no topo da lista dos maiores artilheiros que já vestiram a camisa da seleção dos Estados Unidos. Foi o gol de número 35, que fez com que Donovan desempatasse a disputa com Eric Wynalda, maior artilheiro até então com 34 gols.

Mas não foi apenas Donovan que fez história. Eddie Robinson também entrou para os livros ao marcar o primeiro gol dos americanos, aos 15 minutos do primeiro tempo. Foi a 44ª vez que um jogador marcou um gol logo na sua estréia pela seleção norte-americana.

E, finalmente, como nos esportes dos Estados Unidos tudo gira em torno de números e estatísticas, foi o 10º ano seguido que a seleção dos Estados Unidos estréia um ano novo com uma vitória ou empate.

A próxima partida da seleção dos EUA será contra o arqui-rival México, no dia 06 de fevereiro.

SHOOTOUTS

– A seleção feminina dos Estados Unidos venceu o Torneio das 4 Nações na China, ao derrotar as donas da casa por 1×0. Foi a terceira vez consecutiva que as meninas dos EUA conquistaram este torneio, que este ano teve também a participação de Finlândia e Canadá, além da anfitriã. Foi também o primeiro torneio oficial da nova técnica da seleção feminina dos EUA, Pia Sundhage.

– O Chicago Fire está de técnico novo. Após perder o técnico Juan Carlos Osorio para o NY Red Bull, o Chicago promoveu Denis Hamlett.

– Mais troca-troca de jogadores na MLS: Chris Albright deixou o LA Galaxy e foi para o NE Revolution. Alecko Eskandarian saiu do Real Salt Lake e foi para o Chivas USA.

– Segundo o Diário Olé da Argentina, o jogador Marcelo Gallardo, ex-River Plate, teria rescindido seu contrato com o Paris Saint German e recusado uma oferta do San Lorenzo para jogar nos Estados Unidos, sem divulgar para qual time. Será mais um boato?

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo