Estados Unidos

O novo começo

México. Com esse nome, a Era Bradley acabou e a Era Klinsmann começará. Pouco mais de um mês após a fatídica final da Copa Ouro, em que a seleção comandada por Bob Bradley perdeu o título da Copa Ouro após estar vencendo a partida por 2 a 0, os rivais da parte de baixo da fronteira estarão no caminho dos norte-americanos mais uma vez. A ocasião marcará a estréia de Jurgen Klinsmann a frente da seleção.

Mesmo com pouco tempo a frente da seleção, já deu para perceber um pouco do intuito de Klinsmann com a seleção. Dos vinte e quatro jogadores convocados pelo técnico alemão (dos quais dois foram cortados), mais da metade deles têm menos que 25 anos, o que já dá um bom indício de que os jogadores mais jovens ganharão mais oportunidades com ele.

Para o gol, Tim Howard é uma unanimidade e é o titular da seleção. A novidade veio na convocação de seu reserva, que possivelmente deve ganhar alguns minutos contra os mexicanos. Bill Hamid, de apenas 20 anos, vem bem na meta do DC United e garantiu uma audição para ser o goleiro da seleção que buscará a vaga nas Olimpíadas de Londres, que serão realizadas no ano que vem.

Na defesa, voltam do grupo que esteve na Copa Ouro: Steve Cherundolo, Carlos Bocanegra, Clarence Goodson e Tim Ream. Três jogadores convocados para o setor terão a chance de fazer sua segunda partida pela seleção: Edgar Castillo (lateral esquerdo do Puebla-MEX), Zach Loyd (lateral do FC Dallas) e Michael Orozco-Fiscal (zagueiro do San Luis-MEX). Outro que volta e pode dar versatilidade para o setor é Heath Pearce, do Chivas USA, que atua bem em todas as posições da linha defensiva. Timmy Chandler (Hannover-ALE) também foi convocado, mas não jogará por estar recuperando seu físico.

Para o meio-campo, Klinsmann traz de volta da Copa Ouro Jermaine Jones, Michael Bradley, Robbie Rogers e Maurice Edu, que não estará disponível devido a uma lesão. Enquanto isso, o alemão dá novas chances a Kyle Beckerman (Real Salt Lake), Jose Torres (Pachuca-MEX) e Ricardo Clark (Eintracht Frankfurt-ALE). Os últimos dois saíram da Copa do Mundo em baixa, principalmente Clark, que foi apontado como um dos grandes culpados pela eliminação nas oitavas-de-final, mas com a chegada do novo técnico, ganham oportunidade para tentar reconquistar a confiança dos torcedores americanos.

Um meio-campista da convocação merece destaque. Brek Shea tem 21 anos e atua pelo FC Dallas, atual vice-campeão da MLS. Com a lesão de David Ferreira, MVP da última temporada da liga, Shea tomou a frente do time e vem sendo peça fundamental para os Hoops, que estão na 2ª posição da Conferência Oeste. A convocação dele é fundamental, pois Shea é um dos jogadores que deve liderar a seleção que buscará a vaga nos Jogos Olímpicos do próximo ano e é uma das boas apostas para o futuro do futebol no país, além de ser extremamente versátil, jogando bem desde a zaga até o ataque.

O leitor deve estar perguntando cadê Landon Donovan, que não foi citado entre os meias, mas com Klinsmann, o capitão do Galaxy já é listado como atacante. Para acompanhar Donovan, foram nomeados Freddy Adu, Juan Agudelo, Edson Buddle e uma das grandes surpresas da convocação, DaMarcus Beasley, que volta à seleção pela primeira vez depois da Copa do Mundo do ano passado.

Resumindo, é uma boa convocação devido ao pouco tempo que Klinsmann teve para avaliar a situação e escolher os jogadores. Alguns jogadores, como Stuart Holden e Clint Dempsey, não estão nessa convocação devido a estarem se recuperando de lesão ou recebendo um descanso, mas são presenças certas nas próximas listas do novo técnico.

A Era Klinsmann começou bem e pelo menos de início, parece que ele conseguirá justificar porque era o sonho de Sunil Gulati.

Confira os resultados da 21ª semana da MLS:

Sporting Kansas City 2×0 Real Salt Lake
KC: Roger Espinoza (29’), Teal Bunbury (34’)

Portland Timbers 3×0 Los Angeles Galaxy
POR: Mike Chabala (26’), Jorge Perlaza (33’), Eric Brunner (68’)

Chicago Fire 1×1 Philadelphia Union
CHI: Pavel Pardo (54’) / PHI: Veljko Paunovic (34’)

Colorado Rapids 2×0 Columbus Crew
COL: Brian Mullan (54’), Omar Cummings (79’)

Real Salt Lake 3×0 New York Red Bulls
RSL: Nat Borchers (13’), Luis Gil (44’), Alvaro Saborio (77’)

DC United 3×3 Toronto FC
DC: Dwayne DeRosario (19’, 64’, 88’) / TFC: Peri Marosevic (52’), Julian DeGuzman (69’), Andy Iro (86’)

New England Revolution 2×3 Chivas USA
NE: Sharlie Joseph (69’), Diego Fagundez (86’) / CHV: Alejandro Moreno (31’, 80’), Nick LaBrocca (59’)

Sporting Kansas City 1×2 Seattle Sounders
KC: Kei Kamara (20’) / SEA: Mauro Rosales (90’), Lamar Neagle (90’)

Los Angeles Galaxy 3×1 FC Dallas
LA: Omar Gonzalez (32’), Juninho (62’), Mike Magee (81’) / DAL: Marvin Chávez (81’)

San Jose Earthquakes 1×1 Portland Timbers
SJ: Alan Gordon (67’) / POR: Kenny Cooper (23’)

Philadelphia Union 1×1 Houston Dynamo
PHI: Jack McInerney (15’) / HOU: Geoff Cameron (84’)

Vancouver Whitecaps 4×2 Chicago Fire
VAN: Eric Hassli (1’, 72’), Gerson Koffie (24’), Camilo (48’) / CHI: Dominic Oduro (23’), Orr Barouch (80’)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo